Gazeta Digital

Presidente da Associação dos Reservistas diz que Bolsonaro se mostra grande político

Isac Nóbrega / PR

Isac Nóbrega / PR

Enquanto para defesa do ex-juiz e ministro Sérgio Moro considera que o vídeo da reunião ministerial comprova a interferência política do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Polícia Federal, o presidente da Associação da Família Militar do Estado de Mato Grosso (Famil-MT), major Cícero Antonio, entidade que representa os reservistas no Estado, avalia que o episódio do vídeo e também o caso do exame de covid-19 mostram a habilidade política do presidente que atraiu a atenção da mídia e da população para os dois casos.

 

No caso do vídeo, o reservista disse que a mídia foi considerada a bala de prata do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, mas que ao ver todo o conteúdo é possível concluir que o presidente não cometeu crime.

 

Segundo ele, Bolsonaro chamou atenção ao brigar, pedir para não mostrar, depois pedir para mostrar somente um pedaço e por fim o vídeo, em sua opinião, não apresentou fotos novos.

 

Leia também - STF derruba 'verba extra' de secretários e conselheiros em MT

 

Para ele, o ministro decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, agiu como alguém da esquerda e demonstrou o desejo de entregar a cabeça de Bolsonaro em uma bandeja antes de deixar o STF. Em sua opinião, o vídeo só demonstra a habilidade de Bolsonaro e demonstra uma pessoa transparente, que também fala palavrão. Para ele, com a divulgação do vídeo, Bolsonaro está reeleito.

 

"Quem não fala palavrão? Bolsonaro disse, tô aqui para defender a liberdade do povo, quero armar a população para que nenhum tirano, cara metido a ditador vai dominar o povo", disse. 

 

Em defesa do presidente, o militar observou que os opositores não tomaram um tiro de canhão. O apoiador também defendeu o ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general Augusto Heleno, que na sexta-feira (22), divulgou nota contra uma possível busca e apreensão do celular do presidente Jair Bolsonaro. 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br