Gazeta Digital

Morte do cantor Cristiano Araújo completa 5 anos

Divulgação

Divulgação

Na madrugada de 24 de junho de 2015, o Brasil acordou com uma notícia avassaladora para a música popular: o cantor Cristiano Araújo havia sofrido um acidente após realizar um show em Itumbiara, interior de Goiás. No carro com ele também estavam a namorada Allana de Moraes, de 19 anos, o empresário Vitor Leonardo e o motorista Ronaldo Miranda.

 

Allana morreu na hora, enquanto Cristiano chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu às múltiplas lesões e fraturas sofridas no capotamento da Range Rover. Os outros dois ocupantes sofreram apenas leves escoriações.

 

Leia também - Ator que fez Alfalfa no filme Batutinhas é preso

 

À época do acidente, Cristiano despontava no sertanejo como uma das mais elogiadas revelações do gênero. Com o DVD In The Cities, do ano anterior, o músico se estabeleceu no mercado com um repertório que misturava músicas dançantes e baladas românticas. Dono de uma voz potente, a morte do cantor foi extremamente lamentada no mercado e comoveu fãs por todo o país, que lotaram o velório e o cortejo fúnebre, em Goiânia.

 

O legado que Cristiano deixou continua vivo na música e canções como Cê Que Sabe, Caso Indefinido, Maus Bocados e É Com Ela Que Estou estão entre os clássicos do sertanejo na década de 2010. Com o sucesso estabelecido posteriormente pelo irmão, Felipe Araújo, que pegou o vácuo do legado de Cristiano e atingiu brilho e lugar no concorrido mercado sertanejo, o nome da família continuou em alta.

 

Mas se por um lado a obra de Cristiano é inquestionável e o sucesso do irmão foi uma maneira de a família, comandada pelo pai, João Reis, continuar em alta no mercado musical, por outro lado, a herança do músico e mesmo as investigações sobre o acidente continuaram como casos indefinidos por muito tempo após a morte dele.

 

No começo de 2020, por exemplo, a herança de Cristiano ainda estava em aberto e não havia sido resolvida entre a família do cantor, que deixou dois filhos de dois relacionamentos diferentes.

 

Ao contrário do que se pensava, a quantia deixada por ele não era tão grande. Ao todo, Cristiano teria deixado fortuna de cerca de R$ 4 milhões, mas o inventário não foi concluído, pois ele também deixou dívidas.

 

A situação financeira, revelada pelo SBT, não chega a surpreender. Com uma carreira meteórica, o músico ainda estava naquela fase em que precisa realizar muitos shows para pagar os investimentos dos empresários que apostaram nele no início da trajetória, algo comum no sertanejo de uma forma geral. Só depois de muitos anos estabelecido no meio, é que é possível fazer uma fortuna mais consistente.

 

Outra coisa que ficou pendente com a morte de Cristiano foi a relação da família com o jornalista Zeca Camargo. O repórter, então na Globo, fez uma coluna no dia seguinte à morte questionando o sucesso de Cristiano. Considerado insensível, o texto foi muito criticado na época e gerou até uma ação da família na Justiça contra o apresentador. Apesar do desentendimento, Felipe Araújo revelou em live, realizada neste ano, que perdoou Zeca.

 

Por outro lado, a ação que João Reis moveu contra o motorista do carro de Cristiano por homicídio culposo continuou até o fim de 2019. Ronaldo foi condenado a 2 anos e sete meses de detenção em regime aberto, convertidos em prestação de serviços comunitários, pelo crime de homicídio culposo (sem intenção de matar) e a um pagamento de multa no valor de R$ 25 mil.

 

Quanto à música do cantor, poucas novidades desde então. Apesar de a família revelar que algumas gravações estavam prontas e poderiam ser lançadas, a única canção inédita que saiu desde então foi Singular, uma parceria com Luiz Claudio, disponibilizada em 2019.

 

Além dessa faixa, o único material em tributo ao cantor foi um livro de fotos inéditas publicado por Flasney Gonzales, fotógrafo oficial de Cristiano. Embora haja pressão nas redes sociais por músicas inéditas, esse é um material que cinco anos depois ainda não foi revelado e não tem previsão de ser.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br