Gazeta Digital

9 municípios do interior de Mato Grosso implantam kit covid

Divulgação

Divulgação

Pelo menos 9 municípios do interior de Mato Grosso implantaram o "kit covid", protocolo de tratamento para os pacientes com covid-19 composto por medicamentos como ivermectina e azitromicina. Apesar do nome, os medicamentos não serão distribuídos em massa e nem mesmo para todas as pessoas diagnosticadas para a doença, mas, apenas com recomendação médica.

 

Na lista dos remédios que compõem os kits estão a ivermectina, um antiparasitário que combate vermes, parasitas, ácaros e piolhos. Também entra no kit a prednisona, um corticoide indica para doenças endócrinas, alérgicas, respiratórias e dermatológias. Outro comum nos kits é a azitrominicina, um antibiótico usado para infecções no trato respiratório.

 

Leia também - Especialista alerta que remédios para covid-19 devem ser prescritos por um médico

Divulgação

kit covid Barra do Garças

Kit covid de Barra do Garças

 

O primeiro município a anunciar o uso do kit covid foi Barra do Garças (509 km a leste da Capital), ainda em maio. Por lá, o protocolo foi elaborado para a indicação de azitromicina, ivermectina, dipirona, cloroquina e paracetamol. O médico responsável pode indicar todos, alguns desses medicamentos ou até mesmo nenhum deles para os pacientes infectados.

 

Alto Araguaia (415 km ao sul) anunciou o kit com cloroquina, azitromicina, ivermectina e dipirona que será distribuído para os pacientes com sintomas leves, mesmo antes do diagnóstico positivo, tendo em vista a a lata demanda por exames. No entanto, caberá aos profissionais indicar os medicamentos, dependendo do caso e do histórico de cada paciente.

 

Divulgação

kit covid Sinop

Kit covid Sinop

Em Sinop (500 km ao norte), foram comprados 10 mil kits com hidroxicloroquina, azitromicina, zinco, ivermectina, Aas e ibuprofeno que começam a ser distribuídos no fim de junho. A ideia, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, é amenizar os sintomas, já que a doença não tem cura.

 

Já em Gaúcha do Norte (595 km ao norte), o kit é composto por azitromicina, AAS, dipirona, ivermectina, hicroxicloroquina, omeprazol e prednisona. Por lá, o paciente também terá que assinar um termo de consentimento após a recomendação médica para o tratamento.

 

Para os moradores de Jacira, o kit covid contém 6 comprimidos de hidroxicloroquina, 5 comprimidos de azitromicina, dois de ivermectina, 6 de prednisona, dipirona e 20 cápsulas de paracetamol.

 

Em Lucas do Rio Verde (354 km norte), as 3 unidades sentinelas passaram a seguir o protocolo com o kit covid na sexta-feira (26). O material é composto por prednisona, ivermectina, dipirona e paracetamol e é dados aos pacientes para que continuem o tratamento em casa.

 

Divulgação

kit covid Nova Mutum

Kit covid Nova Mutum

Para os moradores de Nova Mutum (264 km ao norte), além de restrições como o toque de recolher, a prefeitura adotou o protocolo de tratamento que inclui azitromicina, ivermectina, predisolona, dexamentasona, Anita, dipirona, cloroquina e hidroxocloroquina.

 

Desde 16 de junho, a Prefeitura de Nova Xavantina (645 km a leste) distribui o kit com zinco, vitamina C, tiamina, dipirona, azitromicina e ivermectina sob recomendação médica.

 

Apesar da falta de comprovação científica da eficiência dos medicamentos, a Prefeitura de Porto Estrela (194 km a médio-norte) também decidiu investir no kit covid. Por lá o tratamento é composto por azitromicina, ivermectina, dipirona, cloroquina, zinco e as vitaminas C e D.

 

Confira os kits de outros municípios


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br