Gazeta Digital

Entidades protestam contra novas medidas anunciadas por Emanuel

João Vieira

João Vieira

O endurecimento da quarentena em Cuiabá decretada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), na tarde desta quinta-feira (2), não agradou as entidades que representam o setor comercial na Capital e um manifesto contra as medidas de isolamento social por conta da pandemia de novo coronavírus será entregue ao gestor.

 

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso (Fecomércio), Federação das Associações Comerciais e Empresarais do Estado de MT (Facmat), Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), Associação Comercial e Empresarial (ACC), Federação das CDLs (FCDL) e outros sindicatos convocam empresários e empregados para entregar um manifesto ao prefeito. 

 

Leia também - Emanuel determina rodízio de veículos e de atendimentos em bancos, lotéricas e supermercados

 

Os representantes das associações pretendem entregar o manifesto ao prefeito Emanuel Pinheiro nesta sexta-feira (3), às 10h, no Palácio Alencastro, prédio da Prefeitura de Cuiabá. 

 

Nesta quinta, Emanuel anunciou medidas mais duras de isolamento e restringiu a circulação de pessoas pela cidade, o prefeito também adotou rodízio de veículos pela cidade e aumentou o período do toque de recolher. 

 

As medidas foram anunciadas para conter os casos de infecção pelo novo coronavírus que não param de crescer na cidade. A Capital sofre ainda com falta de leitos de UTIs e está em quarentena com o comércio não essencial fechado. 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br