Gazeta Digital

Emanuel pede para 'não demonizar' Cuiabá devido covid-19

Secom/Cuiabá

Secom/Cuiabá

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) reforçou, mais uma vez na manhã desta sexta-feira (10), que as UTIs destinadas a pacientes com a covid-19 na capital estão lotadas de pacientes do interior do Estado. A declaração foi feita durante entrevista à CNN Brasil.

 

Sobre os casos da covid, Emanuel disse que já vinha alertando sobre a situação. "É uma notícia já esperada, principalmente em relação ao Mato Grosso e à interiorização do vírus, que eu já vinha anunciando há muito tempo", declarou ele, que assegurou estar mencionando essas possibilidades há, pelo menos, 45 dias, conforme a CNN.

 

Segundo o veículo, Pinheiro ainda acrescentou que não foram preparados leitos de UTI (Unidade de terapia intensiva) para pacientes da doença no interior do estado e que, por isso, a população tem migrado para a capital em busca de atendimento.

 

"Com essa desestruturação no interior, o vírus vem interiorizando com força e velocidade muito grandes, principalmente em uma situação já previamente anunciada para o Centro-Oeste brasileiro", completou na entrevista.

 

Segundo o site da CNN, o prefeito ainda disse não ter dúvidas de que essa migração está sobrecarregando o sistema de saúde da capital. "Tenho muita certeza de que não é muito diferente da rede privada e estadual", afirmou, acrescentando que a prefeitura deve entregar mais leitos de UTI na próxima semana.

 

À CNN, Pinheiro pediu conscientização para "não sobrecarregar nem demonizar" Cuiabá e criticou decisões focadas em fechar a capital enquanto liberam cidades do interior do estado. "É injusto querer trancar a população cuiabana em casa e abrir o estado inteiro. Tenho lutado muito contra isso", concluiu a entrevista.

 

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br