Gazeta Digital

Médica acusa advogado de tentar estuprá-la com pen drive

Agência Brasil

Agência Brasil

A médica Laryssa Moraes utilizou sua conta pessoa do Instagram para denunciar o advogado Cleverson Campos Contó de ter tentado estuprá-la com um pen drive. Além disso, a vítima narrou que também foi agredida ao ponto de ter o nariz quebrado.

 

Em publicações feitas na rede social no sábado (06), a médica conta que há mais de três anos vem lidando com o sofrimento deixado pelo relacionamento que teve com o advogado. Contudo, somente agora teve coragem de expor a situação por conta de outras denúncias contra o suspeito.

 

Leia também - Vídeos mostram efeitos das queimadas para animais do Pantanal mato-grossense

 

Conforme noticiado pelo portal #GD, oito denúncias foram apresentadas por mulheres que narraram terem sido vítimas do advogado. Agressões de todo tipo e estupro pesam contra Contó, de acordo com o relato das denunciantes. Diante do caso, a Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso instaurou processo para acompanhar o caso.

 

"Esse senhor me espancou brutalmente. Ele quebrou o meu nariz, ele que descolou as minhas retinas, ele que pegou um pendrive e quis me estuprar com ele. Foi ele que fez tudo isso comigo", disse a médica no relato.

 

"Agora que eu pude falar o nome, por medo, porque tenho os meus filhos, tenho o meu marido, tenho a minha família. Mas agora não sou só Laryssa falando, são mais de 10 vozes, e com certeza mais pessoas aparecerão", contou a profissional da área da saúde.

 

Segundo a médica, o advogado a ameaçava constantemente dizendo que prejudicaria a carreira profissional dela. Neste cenário, ela se sentia intimidada e por conta disso demorou a se fortalecer para denunciar após as agressões.

 

O caso é investigado pela Polícia Civil.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br