Gazeta Digital

Homem é condenado a prisão por perseguição à cantora Taylor Swift após várias ligações e cartas

Reprodução/Instagram/Divulgação

Reprodução/Instagram/Divulgação

Eric Swarbrick, um homem de Austin, no estado do Texas, nos Estados Unidos, foi condenado a dois anos e meio de prisão por perseguir e enviar cartas e e-mails "ameaçadores" para Taylor Swift e a ex-gravadora da artista. As informações foram divulgadas pela Billboard nesta quinta-feira (17).

 

O julgamento aconteceu na quarta-feira (16), em Nashville, e, além do período em regime fechado, o "fã" deve cumprir também três anos de liberdade condicional. Em acordo com os promotores do caso, em 2019, Swarbrick confessou as ações.

 

Leia também - Cantora Anitta acerta divulgação da música 'Me Gusta' no programa do apresentador dos EUA Jimmy Fallon

 

De acordo com a publicação, o homem enviou mais de 40 mensagens ao Big Machine Label Group, em 2018, pedindo para o que presidente da empresa o apresentasse a Swift.

 

Entretanto, diante da ausência de resposta, as cartas foram ficando mais "violentas e ameaçadoras". Por três vezes, ele chegou inclusive a ir pessoalmente até o local para entregá-las.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br