Gazeta Digital

Fávaro rebate Botelho e diz que é senador do povo mato-grossense

Luiz Leite/Gazeta Digital

Luiz Leite/Gazeta Digital

O senador interino Carlos Fávaro (PSD) rebateu a fala do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho (DEM), de que ele seria apenas representante do agronegócio e não do povo mato-grossense. As declarações são deste sábado (19).


"Eu sou senador de todos os mato-grossenses. Eu sou senador que fez a emenda 04 que mudou a forma da divisão dos recursos do auxílio. Aumentou 14 vezes para todos municípios os mato-grossenses. Por tanto, é infundado dizer isso, tenho muito respeito pelo agricultura familiar, tenho respeito por todos. Trabalhei os 154 dias com muita dedicação", afirmou.

 

Leia também  - 'Botelho afirma que não apoiará Carlos Fávaro para o Senado'


Sobre o apoio que conseguiu durante a eleição suplementar para o Senado, que ocorre em função da vaga deixada pela ex-juíza Selma Arrumada (Pode) cassada por uso de caixa 2, Fávaro respondeu: "Venho com apoio de toda a população e do governador Mauro Mendes e tenho certeza que vamos continuar trabalhar juntos para melhorar a vida de todos", enfatizou.


O senador também respondeu as críticas de alguns políticos que estão o chamando de tampão, no sentido pejorativo.


"Tenho um mandato reconhecido pelo povo de Mato-Grosso. O Senado é casa da federação que prega um equilíbrio, entre os entes federados. Como pode o Estado estar sub-representado por apenas dois senadores. E mais do que isso, os 154 dias que estive no Senado mostrei a relevância e importância disso trazendo recurso que modificou a vida do mato-grossense nesse tempo de pandemia", explicou.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br