Gazeta Digital

Vaquinha arrecada dinheiro para construir casa de idoso sem teto

Divulgação

Divulgação

Há 30 anos, João Nunes, 65, mora no mesmo barraco, no bairro Capela do Piçarrão, em Várzea Grande. Após tanto tempo, ele terá que se mudar do local por ter vendido o terreno para não passar fome. Amigas estão promovendo uma "vaquinha" virtual a fim de angariar recursos e construir uma casa para o idoso.


Leia também -Mendes pede a Bolsonaro envio da Força Nacional para o Pantanal

 

Uma das organizadoras da campanha, Janaina Alves, relata que conheceu o homem por meio de uma sobrinha. A jovem trabalha em um escritório que atende a ações previdenciárias e um dos clientes comentou que conhecia João Nunes e perguntou se a advogada poderia ajudá-lo, uma vez que o homem estava em situação de vulnerabilidade e não recebia qualquer auxilio.


“A gente foi lá conhecer ele e ficamos tocadas com a honestidade e gratidão que João Nunes demonstrou”, relata Janaina.
Ela conta que o homem precisou vender o terreno com o barraco para pagar despesas e comprar comida. Ele ficou internado por algum tempo no Hospital do Câncer de Mato Grosso para tratar um câncer de pele. Quando voltou para casa, sua conta de luz já estava muito alta e o fornecimento suspenso. Para poder pagar as contas e se alimentar, ele vendeu o imóvel.


João Nunes ainda não se mudou, mas o novo dono já começou a construir na área e logo o antigo morador terá que deixar o barraco. “A gente conseguiu parte do dinheiro e já achamos um terreno perto de onde ele mora, no mesmo bairro, para construir uma casinha para ele”, relata a organizadora da campanha.


O homem trabalhou a vida toda limpando lotes para outras pessoas. Ele cuidava dos pais, mas estes faleceram e ele ficou sozinho. O homem conta que tem parentes na cidade, mas vizinhos relaram que ele nunca recebe visitas.


O idoso faz tratamento para hanseníase e câncer de pele, mas tem boa saúde para continuar morando sozinho. Janaina conta que já foi solicitada aposentadora para o idoso e perícia agendada junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
Além da vaquinha, os organizadores pedem doações de todo o tipo para o idoso. Desde material de construção, roupas, produtos de higiene até alimentos. Quem quiser doar pode acessar o link da vaquinha e pelos telefones (65) 9 8150-9890 OU (65) 9 8135-5008.

 

Esta matéria foi produzida por meio de sugestão de um internauta. Você também pode participar, enviando o pedido ao WhatsApp do Gazeta Digital. Para enviar sugestões, fotos e vídeos o número é (65) 9 9987-2065. Ou no in box do Facebook.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br