Gazeta Digital

Aposentada sofre golpe do cartão e perde todo dinheiro ao sair de supermercado

Reprodução

Reprodução

Uma idosa de 77 anos sofreu um golpe ao sair do supermercado Comper, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá, na manhã de domingo (27). A aposentada foi abordada por dois homens que disseram que a ajudariam a atualizar o cadastro junto ao banco e, ao final da ação, levaram todo o dinheiro da vítima.

 

De acordo com boletim de ocorrência, a aposentada fez as compras e foi abordada por um homem vestido de preto logo na saída do supermercado. O suspeito apareceu com um papel no qual se via a logomarca do mercado apontando que a vítima deveria atualizar seu código de acesso biométrico do cartão, sob pena de pagar uma taxa de R$ 89,90 caso o procedimento não fosse realizado.

 

Leia também - Ex-namorado encontra adolescente morta na cama em VG

 

Naquele momento, a idosa disse ao homem que sua filha a ajudaria com a demanda. Contudo, o suspeitou apontou um outro indivíduo, também de camisa preta, como sendo alguém que poderia ajudá-la com a atualização, uma vez que caso o recadastramento não fosse feito a aposentada pagaria uma taxa.

 

Convencida diante da situação, a aposentada retornou ao caixa 24 horas do supermercado e realizou o processo de recadastramento. Segundo a vítima, a todo momento uma pessoa ao lado a fazia perguntas repetitivas, como 'que dia é hoje?'.

 

Durante o processo de recadastramento, a mulher tentou inserir sua senha no terminal duas vezes e, em ambas as tentativas, o caixa apresentou que o código estava incorreto. Assim, a senhora retornou para sua casa e contou para a filha sobre a abordagem.

 

Ao checar o aplicativo bancário, a senhora percebeu que havia duas compras feitas em seu nome que consumiram todo seu limite de R$ 700. Ao verificar os dados bancários, a mulher percebeu que seu cartão não estava mais com ela.

 

À reportagem, a família disse acreditar que a dupla teria trocado o cartão da aposentada e, no momento em que a idosa digitava a senha, os suspeitos teriam registrado o código para realizar uma compra em paralelo.

 

Em contato com o mercado, a família apontou ter sido informada que uma bobina de compras havia sido furtada há cerca de um mês. Os familiares desconfiam que o maquinário possa ter sido usado na aplicação do golpe.

 

O caso foi registrado e será investigado pela Polícia Civil do município.

 

Outro lado

A assessoria do supermercado foi procurada pelo menos 4 horas antes da publicação desta matéria, porém não se posicionou.

 


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br