Gazeta Digital

Mendes declara apoio a Kalil e mantém ataques a Emanuel e filho

Assessoria

Assessoria

Além das críticas de rotina ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB),  o governador Mauro Mendes (DEM) ampliou seus comentários negativos e passou a atacar também o filho dele, o deputado federal e candidato à Prefeitura de Várzea Grande, Emanuel Pinheiro Neto (PTB), o Emanuelzinho.

 

Durante o lançamento da campanha de Kalil Baracat (MDB) à Prefeitura de Vázea Grande, na noite de segunda-feira (5) na cidade vizinha, Mendes declarou apoiou ao emedebista, e pediu que o mesmo fale a verdade ao povo e aproveitando para "cutucar" Emanuel e o filho.  

 

Leia também - Conheça os 6 nomes na disputa pela prefeitura de Alta Floresta

 

"Kalil, eu lhe digo uma coisa: a forma para vencer a eleição é falar a verdade. As pessoas não aguentam mais a mentira da política, ou os que acham que o povo é bobo. Que podem tirar e colocar no paletó. Tem gente que acha que o povo de Várzea Grande é bobó cheira-cheira", disse o governador durante o seu discurso.  

 

"Não vai tirar do paletó nada aqui desse cidade, tem que ter respeito com Várzea Grande. Esperamos e temos certeza que o povo de VG saberá escolher", completou.  

 

Mauro Mendes também afirmou que Kalil será a melhor opção para Várzea Grande e deu o seu exemplo como prefeito de Cuiabá, onde diz que entregou "uma gestão muito melhor do que pegou", além do que vem fazendo no Estado. "Vocês viram o que fizemos aqui no Hospital Metropolitano. Era um pequeno hospital e se tornou referência para atender pacientes com covid. E assim que Deus permitir que esse mal se afaste de todos nós será um grande hospital cirúrgico e salvaremos milhares de vidas".

 

Mendes também disse que o principal desafio de Kalil será substituir a gestão Lucimar Campos (DEM), que, segundo ele, tem feito um ótima gestão. "Ter alguém assim aumenta a responsabilidade, mas eu confio no seu caráter e na sua juventude e na sua honestidade e proposta. E vai contar com o governador desse Estado". 

 

Mauro Mendes (DEM) decidiu entrar na campanha de Kalil e promete fazer o mesmo em Cuiabá, onde o DEM compõe a chapa do ex-prefeito Roberto França (Patri). Mendes não tem poupado críticas a Emanuel e agora ao seu filho, afirmando que o mesmo não conhece a cidade, já que mudou o domicilio eleitoral no ano passado para Várzea Grande.  

 

Já Emanuel Pinheiro tem afirmado que não responderá o governador e que os ataques seriam politiqueiros.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: https://www.gazetadigital.com.br