Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 14/08/2020

Celebridades - A | + A

'Não sou inimigo' 03.06.2020 | 15h31

Luisa Mell é acusada de racismo e se defende

Facebook Print google plus

Reprodução/Instagram e Reprodução/Twitter

Reprodução/Instagram e Reprodução/Twitter

Luisa Mell causou polêmica nas redes sociais nesta quarta-feira (3). Tudo começou quando a loja do instituto que leva o nome da ativista publicou uma foto com a frase "Toda vida importa" , que confronta o lema "Vidas Negras Importam", utilizado nos protestos contra racismo nos últimos dias.

 

O nome de Luisa ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter e ela recebeu críticas e foi acusada de racismo por conta da publicação. "Se for pra se posicionar sendo desonesta e irresponsável desse jeito é melhor realmente ficar em silêncio", comentou uma internauta. "Essa mulher é um desserviço até para os animais", alfinetou outro.

 

Leia também - Eduardo Costa polemiza ao falar de Brumadinho

 

Após a polêmica, Luisa disse, no Instagram, que o o perfil da loja do instituto foi hackeado e pediu ajuda para recuperar a conta. Em vídeo, ela também falou sobre o post que causou discórdia e se defendeu das críticas.

 

"As pessoas tem que se informar um pouco antes de querer criticar ou tentar cancelar uma pessoa que faz um trabalho como eu faço... Eu dedico a minha vida a realmente salvar vidas. Para começar, 'Toda vida importa' é uma campanha do Instituto Luisa Mell deste ano, quem me segue sabe que todos os nossos vídeos acabam com isso desde abril. E é o que a gente realmente acredita, toda vida importa", esclareceu antes de opinar sobre os protestos contra racismo.

 

"Eu fui uma das primeiras pessoas a se posicionar, mesmo perdendo muitos seguidores, bati boca com seguidores. Mas é o que eu sempre digo que fascismo e racismo a gente não discute, a gente combate. Por favor, não mudem a história, eu não sou o inimigo nesse movimento, muito pelo contrário, eu sou uma aliada."

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,00 0,92%

Algodão R$ 90,26 0,38%

Boi a Vista R$ 131,00 0,77%

Soja Disponível R$ 66,90 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.