Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Meu Bicho e Eu - A | + A

28.12.2019 | 00h05

Câmara aprova lei que obriga pet shops a terem câmeras

Facebook Print google plus

Meu Bicho e Eu

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

A Câmara de Cuiabá aprovou, em sessão extraordinária na sexta-feira (27), o projeto de lei que obriga os estabelecimentos que ofereçam banho e tosa a terem câmeras de monitoramento. O objetivo é inibir os maus tratos e garantir a segurança dos animais durante esses procedimentos.

 

O projeto foi enviado pela Prefeitura para a Câmara em maio, mas só foi votado no fim de dezembro após pressão para que os vereadores limpassem a pauta e encerrassem o ano legislativo.

 

Participe do #MeuBichoeEu #GazetaDigital - Mande sugestões de reportagens para o e-mail: redacao@gazetadigital.com.br

 

Marcelo Camargo/ABr

Pets presos

 

A partir da sanção do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), os pet shops terão um ano para instalar os equipamentos. Além de ter o sistema de monitoramento, as imagens devem ser transmitidas em tempo real pela internet, para que os donos possam acompanhar o atendimento aos pets.

 

Com esse acompanhamento virtual, a ideia é acabar reduzir os casos de abusos e maus tratos aos animais, que ocorrem com frequência. O argumento da Prefeitura é que, mesmo com a fiscalização, ainda existem brechas para que maus profissionais cometam abusos contra os animais.

 

*Página semanal com atualização aos sábados

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Clarice menezes - 28/12/2019

Maravilhoso!Bendito seja quem colocou esta lei!Mesmo se o banho e tosa aumentar mas serão obrigados a respeitar a decisão da lei!

Antonio - 28/12/2019

Acho muito importante a lei, porém alguns pontos não foram levados em consideração: 1. Imagina o tamanho do HD necessário para armazenar essas imagens por 6 meses como está na lei. 2. O custo elevado desses equipamentos. 3. A exposição da imagem dos funcionários dos Pets sem a sua autorização, a lei não fala nada com relação a isso. 4. As vezes para conter um Pet que o proprietário não tem o hábito de frequentar um banho e tosa, muitas vezes é necessário segura-lo com mais força e o proprietário pode interpretar como maus tratos. São apenas algumas situações. Agora os nobres vereadores também poderiam obrigar os postos de saúde, policlínicas,UPAS e o PSM a terem esse monitoramento para apurar maus tratos aos pacientes e familiares que ocorrem

2 comentários

1 de 1

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,10 1,20%

Algodão R$ 117,24 -0,23%

Boi a Vista R$ 138,50 0,49%

Soja Disponível R$ 67,90 -1,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.