Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 12/11/2019

Variedades - A | + A

Cinema 12.09.2019 | 09h58

Chega às telonas a história de Divaldo Franco

Facebook Print google plus
Luiz Fernando Vieira

luferna@gazetadigital.com.br

Divulgação

Divulgação

A biografia do líder humanitário Divaldo Franco, desde sua infância no interior da Bahia até a consagração como orador em prol da doutrina espírita, é uma das principais novidades desta quinta-feira (12) nos cinemas. Mas tem muito mais, como a ficção fantástica Abigail e a Cidade Proibida; Adeus À Noite, dirigido pelo premiado André Téchiné e com Catherine Deneuve; e o hilário Vai Que Cola - O Começo, que mostra os primórdios da amizade entre os personagens do seriado de TV.

 

O baiano Divaldo Franco, de 92 anos, é um internacionalmente conhecido líder humanitário que teve a vida marcada pela filantropia e um intenso trabalho de divulgação da doutrina espírita no Brasil e no mundo. Esse percurso, desde a infância em Feira de Santana, até a consagração estão no filme Divaldo - O Mensageiro da Paz, dirigido por Clovis Mello e com grande elenco.

 

O filme tem início quando ele descobre que pode conversar com espíritos e, por isso, sofre com a rejeição dos colegas de escola, da igreja e do próprio pai. Na adolescência, ele se muda para Salvador (BA), onde aprende a lidar com sua mediunidade. Ao longo de sua jornada, descobre sua vocação filantrópica e passa a auxiliar os necessitados de modo cada vez mais consistente. Até que decide abrir a Mansão do Caminho, obra social que há 67 anos presta diversos serviços voltados à saúde e à educação para milhares de pessoas todos os dias.

 

No drama biográfico, Divaldo (Ghilherme Lobo/ Bruno Garcia), sob a orientação de sua guia espiritual, Joanna de Ângelis (Regiane Alves), se torna um dos médiuns mais importantes de todos os tempos. O ator João Bravo vive Divaldo Franco na primeira fase, Ghilherme Lobo na segunda, e Bruno Garcia na terceira.

 

Outro filme nacional que chega hoje aos cinemas é Vai Que Cola - O Começo, dirigido por César Rodrigues, o mesmo do filme anterior, de 2015. Nele, os fãs poderão saber um pouco mais sobre tempos em que Dona Jô (Catarina Abdala) ainda não tinha uma pensão, Jéssica (Samantha Schmütz) nem sonhava em conhecer Máicol (Emiliano D’Ávila). E quando Ferdinando (Marcus Majella) desembarcou no Rio e Terezinha (Cacau Protásio) ainda vivia com Tiziu.

 

Uma feijoada no Morro do Cerol acabou colocando juntos pela primeira vez os personagens que conquistaram o público na TV e no cinema. Neste novo longa da franquia, que nasceu do sucesso da série no Multishow e ganhou as telas dos cinemas, está o núcleo principal da turma do Méier para revelar como tudo começou. Claro, com direito a muitas situações hilárias.

 

Internacionais
Adeus à Noite, do premiado diretor André Téchiné (Minha Estação Preferida, As Testemunhas), foi selecionado para o último Festival de Berlim e chega aos cinemas com exibição garantida no circuito Caixa de Pandora.

 

Nele, a eterna musa Catherine Deneuve interpreta Muriel, uma senhora que tem uma vida tranquila em seu haras, cuidando da plantação de amêndoas. Quando Alex (Kacey Mottet Klein), seu neto, chega para passar uns dias com ela antes de mudar-se para o Canadá, sua rotina é transformada. Alex está prestes a viajar, mas não para o local que sua família pensa. Ele tem segredos com sua namorada Lila (Oulaya Amamra), que o acompanhará. Intrigada com o comportamento do rapaz, Muriel logo descobre que ele está mentindo para ela. A verdade é que Alex está se preparando para uma vida perigosa. Desesperada, ela terá de agir muito rapidamente.

 

Em seu oitavo filme com Catherine Deneuve, o diretor fala sobre o trabalho com a atriz e a construção da personagem. “Talvez neste filme eu a tenha deixado com menos liberdade, espero que ela não tenha sofrido muito”, brinca. “Muriel é sólida em seu trabalho e vulnerável no relacionamento com seu neto. Tinha que ser uma personagem completamente desarmada, desnorteada, mas que continua lutando e lutando para evitar que o pior aconteça”, completa.

 

Já Abigail e a Cidade Proibida, de Aleksandr Boguslavskiy (Mentes em Jogo), fala sobre um lugar cujas fronteiras foram fechadas após uma epidemia tomar conta de grande parte de sua população. Lá, vive uma jovem chamada Abigail (Tinatin Dalakishvili), que, ainda criança, teve seu pai levado da cidade onde moravam por ter sido afetado por essa doença misteriosa.

 

Mais velha, Abigail decide quebrar as regras e passar por cima das autoridades da região para ir à procura de seu pai. Nessa jornada, ela descobre que, assim como a cidade, têm poderes mágicos que podem ser uma arma importante para salvar a todos. (Com assessoria)

 

Leia mais notícias de Variedades na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O fraco desempenho de um time de futebol é culpa do técnico ou jogadores?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 12/11/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,15 -0,47%

Algodão R$ 89,99 -0,31%

Boi a Vista R$ 134,50 0,37%

Soja Disponível R$ 67,80 -0,51%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.