Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 06/04/2020

Variedades - A | + A

acessibilidade 16.01.2020 | 15h37

Noiva celebra casamento em libras para receber amigos surdos

Facebook Print google plus

Reprodução/Emerson Garbini Fotografia/R7

Reprodução/Emerson Garbini Fotografia/R7

As fotos do casamento de Kéziah Costa, de 27 anos, e Luan Wagner, de 21, ganharam a internet esta semana. O motivo é de aquecer o coração de qualquer um: toda a cerimônia foi celebrada em libras para que os amigos surdos do casal pudessem participar da mesma maneira que os outros convidados. “O casamento foi planejado para ser acessível para ouvintes, surdos e ao meu amigo surdocego”, contou Kéziah ao R7.

 

Leia também - Ximbinha é acusado de agredir cantora de sua banda

 

A cerimônia, que aconteceu no último sábado (11) em Ribeirão das Neves, região metropolitana da capital mineira, não é uma exceção na igreja em que foi celebrado. A igreja Cristã Maranata tem uma Comissão de Assistência aos Surdos e aos Surdocegos, motivo que fez a noiva se tornar professora da língua de sinais.

 

“Ter a libras no nosso casamento era uma forma de orgulho, para demonstrar aos nossos amigos surdos que eles têm o mesmo direito e estão no mesmo patamar”, afirma.

 

Kéziah até tentou se manter firme na posição de noiva, mas não conseguiu segurar a emoção de ver a cerimônia acessível a todos os seus convidados. “Quando começou os louvores, eu disse para meu noivo que cantaria em libras com eles. Ele falou ‘então me dá o buquê’, não daria para cantar com a mão ocupada”, relembra.


“Para nós, a língua de sinais não é inferior à língua oral. Já convivemos com ela no nosso dia a dia e entendemos que as duas têm o mesmo nível. De forma alguma isso prejudicaria a cerimônia, só valorizou, porque todos ali estavam incluídos e isso era nosso desejo. Havia uma equipe de intérpretes que trabalharam voluntariamente, pois é o modo de trabalho que já fazemos”, afirma.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 06/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,05 1,15%

Algodão R$ 89,94 -0,27%

Boi a Vista R$ 129,75 -0,61%

Soja Disponível R$ 61,00 -2,09%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.