Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 15/10/2019

Variedades - A | + A

É hoje 30.08.2019 | 07h33

Sérgio Reis e Renato Teixeira abrem 34º Festival de Inverno

Facebook Print google plus
Luiz Fernando Vieira

luferna@gazetadigital.com.br

Divulgação

Divulgação

O principal evento cultural do calendário mato-grossense, o Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães, começa nesta sexta-feira (30) garantindo muito sertanejo para o público. São duas atrações nacionais de estilos diferentes mas que fazem parte do seleto grupo dos ícones da música brasileira: Di Paullo & Paulino e Sérgio Reis e Renato Teixeira. Para deixar a festa ainda melhor, várias outras duplas, todas bem conhecidas em Mato Grosso, sobem ao palco para reverenciar o estilo que se tornou um dos mais tocados no país. A lista traz Zé & Leandro, Denner & Douglas, As Marianas e Jonathan & Adam.

 

O 34º Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães exalta a música sertaneja raiz com a presença de uma dupla que este ano completa 46 anos do lançamento do primeiro disco, Dois Irmãos, de 1973. Interessante que a música entrou na vida dos mineiros Di Paullo & Paulino quase que por acaso. Para agradar o pai, que tinha uma coleção de instrumentos musicais, eles aprenderam a tocar seguindo a aptidão e a sensibilidade.

 

Com o incentivo da família, eles começaram a se apresentar em circos e aos poucos foram conquistando todo o interior de Minas Gerais. O sucesso era tanto que entre 1973 e 1975, já haviam gravado 3 discos, em uma época que a música sertaneja ainda sofria discriminação.

 

Três anos depois de lançarem o primeiro disco já embarcavam em direção a Goiânia (GO), onde se apresentaram em festas agropecuárias, exposições e programas de auditório. Após o sucesso de uma participação em um programa de rádio, Di Paullo e Paulino conquistaram cadeira cativa na atração. Foi nesse período que conheceram os irmãos Leandro & Leonardo e Zezé Di Camargo & Luciano, de quem são grandes amigos.

 

Continuaram ganhando destaque na década de 1980 com os Cama Triste (1980), Solo de Viola (1982) e É Amor (1987), que contou com música Passarinho do Sertão, um grande sucesso. Na década seguinte, mais trabalhos importantes, como Presente de Natal (1990) e Onde Anda Você (1996), que projetaram ainda mais a dupla no centro-norte do país.

 

Dispostos a apresentar diferentes sons, novas harmonias e arranjos, lançaram Tô Por Aí (2000), o mais maduro e completo da dupla. A música título do disco foi uma das mais executadas nas rádios, de Norte a Sul do país. Em 2002, os irmãos decidiram presentear os fãs com o CD ao vivo Só Modão, com regravações de grandes clássicos. Em 2004, a dupla lançou seu décimo trabalho, O Coração Chora, com canções como O Que é Que Eu Sou Sem Você, Coração Chora e Nada Mudou.

 

Di Paullo & Paulino Ao Vivo (2005) recordou grandes sucessos das décadas de 1970 e 1980, enquanto Hora Certa (2007) mostrou um repertório praticamente inédito, com canções românticas e dançantes, como A Linguaruda, Um Outro Alguém, Tô Sabendo, É Segredo e Hora Certa. E há 10 anos soltaram o primeiro DVD, gravado no Atlanta Music Hall em Goiânia e recheado de sucessos da carreira.

 

Di Paullo e Paulino têm no repertório o diferencial mais importante dos seus discos, privilegiando a qualidade, a intuição e o bom gosto na concepção dos arranjos, o que pode ser conferido no novo DVD Não Desista (2015), gravado em Goiânia. E quando parecia que os “Cowboys da Viola” haviam mostrado tudo o que sabia fazer veio Nós & Elas (2018), em que mostram um repertório inovador, sem fugir ao estilo. Detalhe: com as participações da nova e antiga geração: Marília Mendonça, Wanessa Camargo, Fátima Leão, Irmãs Freitas e Maida & Marcelo.

 

Todo esse percurso estará muito bem representado no show que apresentam esta noite em sua estreia no Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães.

 

As outras atrações nacionais que fazem seu debut no evento não ficam atrás no quesito longevidade artística. Aliás, vão além. Renato Teixeira lançou o primeiro trabalho há 50 anos, mas em 1967 já participava de festivais nacionais da canção. Este é o ano também em que Sérgio Reis lançou o primeiro disco, como destaque da chamada Jovem Guarda - o primeiro de sertanejo viria em 1972.

 

Quando surgiu, em 2010, o projeto Amizade Sincera já celebrava nada menos do que 40 anos de parceria de Sérgio e Renato. O sucesso do projeto, que retrata a simplicidade da música sertaneja de raiz, reforçou o poder dos amigos, que continuaram com seus nomes intactos em meio ao surgimento de vários talentos jovens na explosão do sertanejo universitário. Gravado no Teatro Bradesco, em São Paulo, o DVD contou com regravações de clássicos da música regional como Amanheceu, Peguei a Viola, Vide Vida Marvada, Um Violeiro Toca, além de sucessos de Renato (Frete, Romaria e Amora) e de Sérgio (O Menino da Porteira, Filho Adotivo, Comitiva Esperança).

 

Além disso, houve participações especiais de Paula Fernandes e Victor & Leo. A instrumentação ficou por conta de Paulo Bavini (filho de Sérgio Reis), Chico Teixeira e João Lavraz (filhos de Renato Teixeira), trazendo uma atmosfera ainda mais familiar e intimista ao disco.

 

Em 2015, após o êxito de público na turnê e vendagens altas do primeiro DVD, voltaram a presentear os fãs com o projeto Amizade Sincera II. Publicado no dia 16 de março de 2015, o álbum é uma curadoria da música caipira. Além dos clássicos que marcaram as carreiras dos amigos, o repertório dessa vez incluiu composições da música sertaneja rural brasileira como Deus e Eu no Sertão, Cuitelinho, Beijinho Doce, Canção da América, Cabecinha no Ombro e Saudade Danada. A Visita da Canção é uma faixa inédita que Sérgio Reis escreveu em homenagem a seu amigo Renato Teixeira e Imenso Jardim conta com a participação dos netos de Renato.

 

Artistas renomados como Amado Batista, Toquinho, João Carreiro (da dupla João Carreiro & Capataz), Chrystian (da dupla Chrystian & Ralf), Tony e Kleber e Gian & Giovani foram convidados para a gravação deste DVD, que tem como foco a união do rústico com o clássico. Um clássico que rendeu um Grammy Latino em 2015 como Melhor Álbum de Música Sertaneja e inúmeros shows no país inteiro.

 

Por tudo isso, é inegável que a dupla Amizade Sincera seja um dos maiores eventos da história da música sertaneja. Renato Teixeira e Sérgio Reis continuam fazendo apresentações por todo o país e seguem cativando o público com este belíssimo show de música e amizade que o público poderá ver com toda a produção que merece está noite, em Chapada dos Guimarães.

 

O Festival de Inverno é realizado pelo Grupo Gazeta de Comunicação e pelo Instituto Usina, em parceria com a Prefeitura de Chapada dos Guimarães, com apoios da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel).

 

Confira mais notícias de Variedades na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Ter um diploma leva a uma maior remuneração?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 15/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,50 0,99%

Algodão R$ 93,29 -0,12%

Boi a Vista R$ 138,20 -1,05%

Soja Disponível R$ 63,20 -2,77%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.