Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 06/08/2020

Variedades - A | + A

Maior número de dislikes do Brasil 24.06.2020 | 10h01

Vitão culpa machismo por críticas a Luísa Sonza e dispara na web; 'Pessoas horríveis'

Facebook Print google plus

Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram

Vitão culpou o machismo pelas críticas que Luísa Sonza recebeu após eles filmarem juntos o clipe da música Flores, que acumulou mais de 40 milhões de visualizações em apenas uma semana de lançamento.

 

Durante conversa com o R7, o cantor entregou o que pensava e disse que os ataques foram feitos por "gente que não tinha mais o que fazer". Ele também chamou essas pessoas de "mente fraca e cegas".

 

Leia também - Pai de dois cantores sertanejos famosos passa mal durante apresentação em live e vai parar no hospital

 

"Se você olhar para o clipe e procurar entender o porquê de tantas descurtidas, o o maior número de dislikes do YouTube brasileiro, é muito nítido. É porque o machismo ainda reina no nosso país e ainda existem muitas pessoas de mente fraca e cegas, que vão na internet falar besteira sobre a Luísa", disparou, antes de relembrar outras ocasiões em que a cantora foi atacada na web.

 

Para Vitão, a internet mostrou que a sociedade precisa melhorar. "Não é a primeira vez que ela está sofrendo críticas do tipo. É só mais uma vez que a internet demonstra o quanto a gente precisa evoluir e o quanto as pessoas que pensam coisas horríveis existem aqui ainda", entregou.

 

Além disso, ambos já esperavam que a repercussão fosse grande, mas "não tanto". Um dos motivos, para ele, é pela qualidade da música. A outra razão se deu pelo momento da vida pessoal de Luísa após a separação de Whindersson Nunes, em abril.

 

"Pensamos, primeiro, que seria [um sucesso] porque a música é boa, por conta do momento da carreira que a Luísa está. Ela é uma das mulheres com mais ouvintes mensais [no Brasil]. E também por conta do momento da vida pessoal dela com o término do relacionamento [com Whindersson Nunes]. Imaginamos que isso fosse gerar muita atenção para cima da música."

 

Outra expectativa que os dois já tinham era de que surgissem boatos de um suposto romance. Afinal, a estratégia da dupla era passar essa impressão ao público, segundo Vitão.

 

"A nossa intenção é fazer parecer isso, é trazer essa imagem para o público, porque deixa a coisa muito mais interessante e mais parecida com a vida real. Eu não me importo com os boatos, não. Acho que agrega demais à música e ao trabalho", disse.

 

Luísa foi a primeira pessoa que Vitão pensou em convidar para participar da canção. Para ele, a colaboração dela "caiu como uma luva".

 

"É muito incrível trabalhar com a Luísa. A gente tem muita afinidade musical, a gente gosta muito do trabalho um do outro e também é muito amigo. Então, as coisas fluem muito naturalmente: a gravação de clipe, da música... Além da amizade, a gente se identificou muito artisticamente."

 

Vitão lançou o primeiro trabalho em 2016. Ele publicava covers no canal dele no YouTube. O primeiro lançamento ofical veio 2 anos depois e, com apenas 20 anos de idade, o cantor acumulou mais de 4 milhões de ouvintes mensais nas plataformas de streaming.

 

O músico contou que sempre foi muito ambicioso e que, por isso, está realizando um sonho.

 

"Eu sempre tive muita vontade de fazer coisas grandiosas. Para mim, é uma grande realização de um sonho ver as coisas acontecendo de uma forma tão incrível hoje, vendo a minha arte se espalhar pelo Brasil de uma forma tão rápida e sólida. Fico muito feliz."

 

Para completar, Vitão lançou sete músicas durante a quarentena causada pela pandemia da covid-19. Como Sem Limites com participação de Ludmilla e Na Janela, em que colaborou com Ivete Sangalo, além de Mais Que Bom. Mas do que ele sente saudade mesmo é de tocar ao vivo para uma plateia.

 

"Todos os dias da minha vida na quarentena, eu lembro de algum show, vejo a publicação de algum fã clube com vídeos de shows. Para o artista, estar no palco é a parte principal do trabalho. Então, eu sinto muita falta. Não tem como não sentir", contou.

 

Por enquanto, Vitão sonha com a reação do público nas apresentações. O artista disse acreditar que a versão ao vivo da música que fez com Luísa deverá ser muito animada.

 

"Eu espero que quando a gente possa voltar ao normal, que a gente possa ver toda essa repercussão nos shows. Tenho certeza que Flores vai ser incrível [de tocar] em shows, que todo mundo vai cantar muito, em plenos pulmões. Estou ansioso para que volte!", entregou.

 

Além disso, ele afirmou que pretende divulgar mais canções nos próximos meses e vibrou com a repercussão positiva de todos os lançamentos que fez no isolamento social.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 06/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,00 1,45%

Algodão R$ 92,10 -0,26%

Boi a Vista R$ 128,75 -0,87%

Soja Disponível R$ 66,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.