Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 20/05/2019

Política de MT - A | + A

Empresa Cuiabana 15.05.2019 | 10h38

TCE multa Lafetá e Huark por irregularidades em licitações

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) multou o ex-secretário municipal de Saúde, Huark Correia, e o ex-diretor do hospital São Benedito, Jorge Lafetá, pelo não envio de documentos nos períodos em que eles fizeram a gestão da Empresa Cuiabana de Saúde. Entre os documentos que não foram enviados estão resultados de pregões, licitações e prestações de contas. A decisão é de fevereiro, porém, como Lafetá não foi encontrado para a notificação, a decisão foi publicada no Diário Oficial de Contas de 14 de maio, com prazo para pagamento até 12 de julho.

 

Lafetá esteve à frente da Empresa Cuiabana de abril a junho de 2017, enquanto Huark geriu a Empresa de junho de 2017 a março de 2018. O primeiro foi condenado a pagar multa de 170,90 UPFs/MT, o que corresponde a R$ 23.958,47. Já o ex-secretário municipal de Saúde desembolsou R$ 36.421,36.

 

Leia também - Defesa de Maggi pede que TCU audite delação de Silval

 

Ao todo, eles deixaram de enviar 45 documentos obrigatórios, a maioria deles com informações sobre pregões e processos licitatórios. Durante o processo no TCE, as defesas de Lafetá e Huark alegaram que o envio de documentos era de responsabilidade da empresa de tecnologia contratada para esse tipo de serviço.

 

No entanto, para o conselheiro substituto Luiz Carlos Pereira, “além do dever constitucional de prestar contas, o regimento interno do TCE fixou aos gestores integrantes da administração indireta a responsabilidade pelos envios eletrônicos de documentos e informações”. As multas serão recolhidas para o Fundo de Reaparelhamento e Modernização do Tribunal de Contas.

 

Huark é investigado pelo direcionamento de licitações que foi descoberto pela Operação Sangria. Segundo as investigações, ele fraudava situações de emergência e direcionava licitações para que as empresas da organização criminosa ganhassem as licitações. Apesar de ser citado pelos acusados, Lafetá não é réu no processo que foi enviado para a Justiça Federal.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

GD

GD

Enquete

77% dos brasileiros costumam se automedicar. Qual sua opinião?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 20/05/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,00 2,04%

Algodão R$ 93,23 0,54%

Boi a Vista R$ 135,00 -0,74%

Soja Disponível R$ 66,30 -1,34%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.