Magistrado manda que empresa pare construção de hidrelétrica | Gazeta Digital

Quinta, 18 de outubro de 2007, 03h00

Magistrado manda que empresa pare construção de hidrelétrica

Da Assessoria  / TJMT


A empresa Usina Elétrica Nhandú deverá parar imediatamente as atividades no Parque Estadual Cristalino 1 e 2, na região Norte de Mato Grosso. A determinação é do juiz José Zuquim Nogueira, do Juizado Volante Ambiental (Juvam) que suspendeu, na terça-feira (16) a licença de instalação emitida pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) em favor da usina.

Conforme o magistrado, as licenças concedidas pela Sema à usina não privilegiam os interesses da coletividade. Ele explicou ainda que as licenças e renovações foram concedidas "ao arrepio da legislação".

"Enquanto estiver em vigor a lei que fixou os limites dos Parques Cristalinos 1 e 2, não há que se falar em concessão de licença para quaisquer atividades naquela área", explicou Zuquim.

Na defesa da liberação das licenças, o Estado alegou que a obra em questão é de reduzido impacto ambiental. Entretanto, o magistrado destacou que o objeto da ação não está alicerçado nesta questão, mas sim a legalidade da instalação da obra PCH Rochedo com capacidade para a produção de 9 megawatts, que seria construída pela empresa Usina Elétrica Nhandú, dentro da Unidade de Conservação de Proteção Integral.

Para o magistrado, as licenças iriam permitir que a empresa requerida desenvolvesse as mais diversas atividades na região. Segundo o juiz, essa atividade fatalmente causaria danos irreparáveis e irreversíveis, "alterando consubstancialmente a biodiversidade que se busca manter na criação da Unidade de Conservação".

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quinta, 21 de setembro de 2017

18:15 - Ponte de madeira não resiste a peso de carreta e desaba

17:52 - Governo não comparece à reunião de conciliação e greve no Detran continua

15:05 - Bradesco é condenado a pagar quase R$ 80 mil por descumprir lei da fila

12:42 - Sindicato dos professores denuncia 'barbárie' no campo e incêndio criminoso em MT

11:41 - Roubos na Rodovia Transpantaneira assustam turistas e donos de pousadas

10:00 - Através do balé, crianças com deficiência dão show de superação - veja vídeos

09:55 - Sede da Folha do Estado, imóveis de luxo e fazendas serão leiloados hoje

09:37 - Irmão assume dívida e encerra processo que tramitava há 10 anos

09:30 - Queimadas deixam situação do ar crítica em Cuiabá

08:50 - Limpeza no Morro da Luz retira até produtos de furto


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 21/09/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 21/09/2017
802e41ce112274fb550d4d86efa27dd7 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Muitos que aparecem nos vídeos das delações ainda não deram explicações à sociedade




Logo_classifacil









Loja Virtual