Publicidade

Cuiabá, Sábado 07/12/2019

Cidades - A | + A

DESEMPREGO EM ALTA 09.05.2019 | 09h24

2,5 mil pessoas aguardam em fila processo para 20 vagas

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

João Vieira

João Vieira

Atualizada às 10h04 - Embaixo do típico sol cuiabano, ao menos 2,5 mil pessoas esperavam por uma oportunidade de emprego em frente à uma empresa do ramo de materiais de construção em Cuiabá, na avenida Miguel Sutil, na manhã desta quinta-feira (9). Contudo, apenas 20 pessoas devem sair de lá empregadas.

 

Leia também - Várzea Grande retoma fornecimento gradual de água após fortes chuvas

 

De acordo com a gerente de recursos humanos da Todimo, Alessandra Almeida, as vagas são para vendedor, operador de caixa, carregador e motorista. O processo seletivo foi anunciado há dois dias e os currículos não selecionados devem fazer parte de um banco.

 

"O que acontece é que nós proporcionamos um plano de carreira, então hoje nós temos vagas que estão aguardando seleção para promoção, então tem operador de caixa que vai ser promovida para repositor que só está esperando a seleção para gente contratar", explicou. 

 

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBG), há atualmente no Brasil cerca de 13,4 milhões de desempregados, 1,2 milhões de pessoas a mais do que em 2018. Mato Grosso, contudo, tem o segundo menor índice de desemprego do país. 

 

João Vieira

Kleber Silva de Arruda - Todimo

 Kleber arruda, que está desempregado desde 2015

Kleber Silva de Arruda, 38, era um dos que esperavam na fila, que se arrastava pelos três pisos da edificação. Ele está desempregado desde 2015 e os bicos que faz são sua única fonte de renda. Ele tem experiência com vendas e busca emprego na área. 

 

"Eu moro com a minha companheira e eu quero minha estabilidade financeira. Na verdade eu trabalho desde os meus 16 anos, mas desde 2015 não consegui nada. Nos bicos eu tirava R$ 600, R$ 800, então variava muito. Eu vim em busca dos benefícios", disse. 

 

Já a jovem Camila Cortez, 19, ainda não concluiu o ensino médio, mas está desde os 17 anos em busca de uma oportunidade para complementar a renda familiar. Ela mora com a mãe, o pai e mais 3 irmãos, mas é apenas o pai que trabalha. 

 

"A minha mãe sempre me incentiva a ir atrás de um emprego para ajudar nas despesas da casa. Eu tenho 8 irmãos que meu pai também ajuda financeiramente, então eu busco essa oportunidade. Sempre que tem qualquer processo seletivo eu venho". 

 

João Vieira

Eduardo Barreto - Todimo

Eduardo Barreto busca sua independência financeira

Eduardo Barreto, 19, terminou o ensino médio em 2017, mas até hoje não encontrou uma oportunidade. Ele mora com a irmã e está em busca de sua independência financeira. 

 

"O que chamou minha atenção foram os benefícios odontológicos, plano de saúde, salário. Eu não tenho nenhuma experiência, mas nunca parei de procurar", finalizou.

 

Veja o vídeo:

 

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Racismo, fake news e ganância são alguns dos sambas-enredo deste ano. O Carnaval deve ser politizado?

Parcial

Edição digital

Sábado, 07/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,80 1,40%

Algodão R$ 92,48 0,51%

Boi a Vista R$ 131,00 0,00%

Soja Disponível R$ 69,00 -2,27%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.