Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 20/09/2019

Cidades - A | + A

PROJETO ATEMPORAL 04.08.2019 | 15h08

Casa em Cuiabá é referência de arquitetura contemporânea brasileira na Europa

Facebook Print google plus

Rai Reis

Rai Reis

Os mais de 500 metros quadrados projetados dentro de uma linguagem universal fizeram da Casa GB, de Cuiabá, MMEB Arquitetos, uma referência da arquitetura contemporânea brasileira em países da Europa.  

 

Em entrevista ao , o casal de arquitetos Márcia Miranda e Éder Bispo falaram sobre o processo de criação do projeto, criado em 2008 para nunca se perder no tempo.   

 

"Arquitetura residencial se aplica muito próximo da pessoa. É diferente da comercial. Tivemos o contato prévio com o cliente, que passou suas intenções e logo começamos o processo longo de projeção. O tempo é importante e a forma que você administra ele é o resultado que alcança", disse Éder.    

 

Leia também - Único museu de bonecas da América do Sul pode fechar

 

Segundo os profissionais, um projeto como o da Casa GB, como foi batizado, é feito com base no diálogo. "Não é nada impositivo. Temos uma linguagem que não é imposta, é fruto do trabalho que, ao longo do tempo, se torna de convencimento".   

 

Acontece que, conforme o casal, muitos clientes chegam com a visão estereotipada. E é aí que os profissionais entram, seja por meio do resgate de memórias ou da forma com que se levam a vida.    

 

"É um entendimento. Quanto mais você conversa, mais vai extraindo informações necessárias. Trabalhamos com conceito, não com a arquitetura de tendência, do que tá usando. Fazemos uma arquitetura que é para durar, que não é efêmera, não é datada".  

 

Tradição, Cultura e Sustentabilidade  

 

O projeto carrega a essência das tradicionais casas cuiabanas. "Quando chegamos aqui, nossa primeira ação foi conhecer a cultura arquitetônica da cidade. Passamos pelo Centro Histórico fotografando e estudando as casas", disse Márcia.  

Rai Reis

Casa GB - ÉDER BISPO E MÁRCIA MIRANDA

 

Ela recorda que muitas delas não existem mais hoje. "Temos tudo fotografado em arquivo", ressalta. Para o casal, um dos pontos principais no trabalho são o resgate da tradição e a arquitetura regional.   

 

"Queríamos uma casa única e com personalidade. É muita pretensão, mas se você não tem, não é um bom arquiteto", provoca Éder.  

 

A Casa GB está construída dentro de um condomínio da Capital e, mesmo com a exigência e regras de construção, o casal afirma que não há limitações para a criação.  

 

"É uma casa brasileira, feita para 3 pessoas, com quartos, salas, sala de TV, escritório, cozinha. Há uma varanda que conversa com toda a casa, que é um lugar legal para pegar cadeiras e sentar com a família, amigos, como faziam os cuiabanos antigamente".  

 

Sites especializados destacam ainda a preocupação com a sustentabilidade. Para o casal, nada mais que a obrigação de um bom profissional.    

 

"Sustentabilidade é uma preocupação da arquitetura desde os primórdios", afirma Éder, sustentado em seguida por Márcia, que diz "se não tem, não é arquitetura, é uma construção".    

 

"A casa conta com reuso da água da chuva, conforto térmico e o uso das energias naturais. É uma tradição da arquitetura, e você como profissional, precisa lidar com essas questões, que estão no dia-a-dia das famílias".    

 

O telhado da casa é inclinado, que conta com um ponto de captação da água da chuva para ser reaproveitada. Conta ainda com janelões de vidro que separam a área interna com o quintal, reaproveitando a entrada de luz e vento.  

 

Rai Reis

Casa GB - ÉDER BISPO E MÁRCIA MIRANDA

 

Os profissionais ressaltam que essas questões devem passar despercebidas pelos clientes, mas sentidas no dia-a-dia. "Se faz de maneira incorreta, ele vai perceber, seja por conta da não ventilação, do isolamento térmico, acústico".   

 

Ressaltam ainda que é na rotina que eles percebem como o projeto foi pensado, como por exemplo, o conforto em sentar em uma sombra na varanda.    

 

"Não se pode criar uma casa que gere desconforto. Têm que ser pensado como serão as aberturas, como a casa vai se posicionar no terreno e isso tem muito do nosso conhecimento técnico".    

 

"É uma casa como deve ser, sustentável", finalizou Éder.   

 

Reconhecimento   

 

Desde que a casa foi construída e seu projeto divulgado pelos criadores, ao menos 80 publicações internacionais, sejam sites ou revistas especializadas, além de faculdades de arquitetura, divulgaram a obra.    

 

"Ela tem uma linguagem universal, e isso vem da nossa formação, né Márcia? Fora a questão da regionalização, que nesse diálogo, a obra se potencializa", diz Bispo.    

 

Dentro dessa leitura, o projeto foi escolhido como referência de arquitetura contemporânea brasileira pelo Centro de Arquitetura Contemporânea da Rússia. Além disso, na Inglaterra, é apontada como uma das 20 obras contemporâneas da arquitetura brasileira.   

João Vieira

Casa GB - ÉDER BISPO E MÁRCIA MIRANDA

 

"Uma pessoa no Japão, na Rússia ou Austrália consegue reconhecer o valor, é compreensivo. Você está lidando com uma forma, com luz natural e são valores que, quando agregados, dão qualidade a obra. Não é só aparência".   

 

O projeto ganhou destaque ainda nos Estados Unidos, na Itália, França, Romênia, China e outros países. 

 

Para o casal, em Cuiabá não há o entendimento da dimensão em que o projeto está. "A sociedade não dá importância ou não compreende. Foram os 3 maiores sites de arquitetura do mundo que publicaram, com profissionais renomadas, que compreenderam e viram a qualidade".   

 

Ressaltaram ainda que todo o processo foi feito com discussões dentro da arquitetura. 

 

"Não é tese de mestrado, não é teoria. É prática. Arquitetura é envolvimento, é paixão, amor. Tem que ser poético", finalizam.

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Naomi Tyrasaia Nakombi - 04/08/2019

Que fraude. Que absurdo. Essa casa fica na rua das canelas, aqui no Alphaville 1. É a casa mais horrível do condomínio. Extremo mau gosto. Parece um barracão de fazenda.

DD - 04/08/2019

Acredito na beleza do conjunto da obra. " O sonho da casa própria para milhares de brasileiros, independente de sua condição social, financeira e\ou do seu "status quo".... "Não é tese de doutorado ou dissertação de mestrado, não é teoria. É prática. É envolvimento, é paixão, amor. Tem que ser poético". PARABÉNS!

2 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre um possível racionamento de água nessa época de seca?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 20/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,55 -0,76%

Algodão R$ 94,99 -0,48%

Boi a Vista R$ 136,25 0,55%

Soja Disponível R$ 57,50 -1,20%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.