Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Cidades - A | + A

08.11.2017 | 12h01

Família quilombola é alvo de despejo e alega estar na área há 200 anos

Facebook Print google plus
Arquivo Pessoal

Família da comunidade do Carretão, um dos 69 quilombos certificados em Mato Grosso pela Fundação Palmares, é alvo de uma ordem de despejo que pode ser cumprida a qualquer momento.

A comunidade do Carretão tem 4 famílias, com histórico de antepassados vivendo no local há mais de 200 anos. "Tem gente enterrada no cemitério deles desde 1800, o bisavô, o avô", afirma Antonieta Luisa Costa, a Nieta, do movimento negro em Mato Grosso.

No dia 27 de outubro, a Fundação Palmares certificou o Carretão como área remanescente de quilombolas.

Desesperado o lavrador Marcelino Pereira da Silva, 68, acionado por fazendeiros, estava na manhã desta quarta-feira (8), na cidade de Poconé, aguardando advogado, que, segundo ele, vai questionar a ordem de despejo dada pela juíza Kátia Rodrigues Oliveira, da Vara Única local, em favor dos fazendeiros João José dos Santos Neto e Alaerce José dos Santos. São irmãos e cobram no Judiciário propriedade da fazenda São José, estendida até o local onde o quilombola mora.

Reprodução/Gazeta Digital

"Sou casado com Silvina Gonçalves da Silva, a Sizina, ela é filha e neta de quilombolas, temos uma filha, de 8 anos, que mora com a gente lá no Carretão", comenta Marcelino, garantindo que são afrodescendentes.

A ação é contra dona Silvina também.

Na terra, a família planta arroz, feijão, milho, banana e tem vaca leiteira. É este o meio de sobrevivência, além da aposentadoria do senhor Marcelino.

Na decisão, de terça-feira (7), a juíza requisita "força policial necessária, a fim de auxiliar o Sr. Oficial de Justiça no cumprimento do mandado expedido nos autos do processo em epígrafe".

Destaca ainda que tem liminar contra o lavrador Marcelino, para retirá-lo da área, desde 2013, nunca cumprida.

"Mesmo com sentença já prolatada, os requeridos continuam se esquivando em cumprir a decisão inicial proferida por este juízo", diz a magistrada nos autos processuais.

Para Nieta, do movimento negro, "é necessário uma mobilização" para evitar o despejo que seria, na opinião dela, uma crueldade.

"Já encaminhamos toda a documentação para a Defensoria Pública, que nos acompanha", avisa Nieta. "Mas é aquela coisa que se repete, fazendeiros querendo retirar as pessoas das comunidades, é uma luta", lamenta.

Outro lado


Moradores levaram pertences à beira da estrada

O Gazeta Digital tentou localizar a defesa dos fazendeiros, que insistem ser proprietários da áres, mas não conseguiu fazer contato até o fechamento desta matéria.

Mata Cavalo

Houve um despejo no quilombo Mata Cavalo, em Nossa Senhora do Livramento (42 Km ao Sul de Cuiabá), no dia 9 de outubro, mas as famílias reverteram a situação e junto ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) conseguiu R$ 600 mil para indenização de fazendeiros, para que saiam da área.

Justiça retira 17 famílias da comunidade Mata Cavalo

Quilombolas conseguem suspender reintegração de posse em Mata Cavalo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

jose antonio silva - 08/11/2017

Quilombola tem capacidade de comprar sentença? NÃO! Fazendeiro tem! Então para um bom entendedor a "," é uma frase inteira!

1 comentários

1 de 1

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 27,35 -1,80%

Algodão R$ 119,49 0,13%

Boi a Vista R$ 133,00 2,35%

Soja Disponível R$ 74,00 -0,67%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.