Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 23/10/2019

Cidades - A | + A

condições da PCE 19.09.2019 | 16h39

Mulheres de presos protestam em frente ao Fórum de Cuiabá; veja vídeos

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Atualizada às 23h59 - Um grupo de mulheres de reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE) fazem protesto na desta quinta-feira (19) em frente ao Fórum de Cuiabá. Secretaria de Segurança Pública se manifestou por meio de nota. Veja abaixo. 

 

Elas pedem o fim das restrições nas visitas aos reeducandos da maior penitenciária do estado.  As mulheres afirma que eles estão sendo impedidos até de tomar banho. 

 

As mulheres também reivindicam falar com o juiz da Vara de Execuções Penais, Geraldo Fidelis. 

 

A mulher de um dos detentos disse que o protesto é pelo fim da tortura e dos maus-tratos na penitenciária. 

 

Ela concorda que o preso precisa pagar pelo crime que cometeu. No entanto, não pode ser em condição desumana. "Eles também são seres humanos, estão lá para pagar pelo que fizeram, mas precisa ser em condições dignas", disse. 

 

 

Nota de esclarecimento

 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública esclarece que todas as ações realizadas dentro da Operação de Limpeza e Reorganização deflagrada em agosto na Penitenciária Central do Estado são pautadas em critérios técnicos e operacionais, embasados em legislações. A secretaria reitera ainda os reflexos positivos internos e externos, entre eles a redução de índices criminais como homicídios, roubos e furtos, obtidos nos primeiros 30 dias de atividades na maior unidade prisional do estado.

 

A secretaria iniciou nesta semana a segunda fase da operação, que visa ao aprimoramento de procedimentos internos e mudanças como dias de visitas, volume de alimentos levado por visitantes e circulação de dinheiro, além é claro, das melhorias que estão sendo finalizadas, todas de acordo o que está previsto em lei.

 

A reorganização e reforma das celas permitiu um ambiente mais limpo e salubre e, ainda, a ampliação de mais 137 leitos na carceragem. A retirada das ligações internas de energia das celas foi realizada visando a segurança e ventiladores foram instalados nos corredores dos raios.

Vídeo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Vitor - 19/09/2019

Só pq esta havendo mudança no presídio, agora os presos acionam as esposas, amantes etc para fazerem manifestação....tem que acabar essa pouca vergonha no presídio...presídio e presídio não é cabare, boate , bar vão procurar o que fazer ...parabéns a justiça

1 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Quais são os principais problemas do bairro onde você mora?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 23/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,21 0,95%

Algodão R$ 91,00 -0,35%

Boi a Vista R$ 129,67 -0,16%

Soja Disponível R$ 66,90 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.