Publicidade

Cuiabá, Domingo 29/03/2020

Cidades - A | + A

DIA DO SURDO 26.09.2019 | 09h55

Pessoas com deficiência enfrentam dificuldades e constrangimento

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Família pede Ajuda

Nesta quinta-feira (26), a data é marcada pelo Dia do Surdo, definição que busca chamar a atenção para a situação dos deficientes auditivos na sociedade, além de buscar inciativas de melhoria na qualidade de vida e inserção na comunidade, onde são, muitas vezes, ignorados.

 

“Ninguém tem paciência”, afirma Daniela Rodrigues, esposa de Joel Ferreira, 38, que ficou surdo depois de uma meningite quando criança. O casal se comunica por meio de sinais, mas principalmente, leitura labial. “Se falar bem devagar e de frente ele entende”, explica a esposa, que não domina a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

 

Leia também - Golpistas clonam WhatsApp e tiram dinheiro de contatos de vítima

 

Intérprete do marido, Daniela o acompanha para todos os lados. Sobre a receptividade das pessoas, Joel questiona a esposa que responde que muitas ficam quietas quando ele as aborda. A mulher também tem deficiência, porém física, e relata que muitas vezes o casal é constrangido.

 

“Acontece mais em fila preferencial. Tem gente que pergunta qual a deficiência, aí tem que explicar. É constrangedor, mas a gente precisa dos outros. Chega acostuma com esse tipo de situação, não tem outro jeito”, relata, enquanto o marido observa e concorda com o que ela diz.

 

Daniela lembra uma situação marcante que passou com o marido, no transporte público. Ela estava grávida de 7 meses e o casal demorou para subir no ônibus e passar a roleta. Nesse momento, o motorista do coletivo gritou: “deficiente não tinha nem que andar de ônibus”, relata. “Humilhou a gente porque estávamos demorando. Ele falou assim, no ônibus lotado”.

 

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2010, Mato Grosso tem 123.483 pessoas com deficiência auditiva. Na lista dos que não ouvem nada estão 4.059. O censo aponta que 22.233 ouvem com grande dificuldade e 97.191 ouve com alguma dificuldade.

 

Os idosos com mais de 70 anos são o maior número de surdos, 542. Seguido dos jovens entre 20 e 24 anos que não escutam nada.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Edição digital

Domingo, 29/03/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,75 1,02%

Algodão R$ 89,99 -0,31%

Boi a Vista R$ 137,50 0,55%

Soja Disponível R$ 65,70 0,54%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.