Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 25/05/2020

Polícia - A | + A

ossadas 22.05.2020 | 18h50

Polícia encontra novos animais domésticos mortos em Cuiabá

Facebook Print google plus

PJC-MT

PJC-MT

Policiais da Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) encontraram nesta semana novos locais de desova de animais domésticos em Cuiabá. A informação divulgada nesta sexta-feira (22) dá conta de que os animais foram encontrados em ossadas.


De acordo com informações da Polícia Civil, a suspeita da investigação é de que esses novos animais localizados possam ter conexão com o caso dos 18 cachorros encontrados no bairro Jardim Imperial, na última sexta-feira (15).


Após localizar as ossadas, a polícia aguarda evidências sobre o descarte incorreto.

 

Leia também - Funcionário assume descarte de cães em córrego da Capital


O caso
Delegacia Especializada de Meio Ambiente realizou diligência para averiguar o abandono de cães já mortos, jogados em uma área de mata na região do Jardim Imperial, em Cuiabá, no dia 15 de maio.


Um homem teria visto vários sacos jogados em um córrego que corta a região do Coxipó e acionou a polícia. Agentes da Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) estiveram no local e confirmaram o abandono de cães já mortos em sacos plásticos.


No local, os policiais encontraram 18 animais mortos, uma placenta com filhotes também mortos, todos descartados inadequadamente. As diligências seguem para identificar o responsável pelo descarte dos animais.

 

Outro lado

A reportagem entrou em contato com a Clínica Veterinário do Povo, que a princípio foi apontada como a responsável pelo descarte irregular dos animais. A assessoria da clínica afirmou que entrou com pedido na Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT), para que investiguem o caso.

 

Além da clínica, a empresa de resíduos WM Soluções também é investigada, pois foi contratada para fazer o descarte dos animais. Um dos funcionários admitiu que recolheu os animais na Clínica do Povo e os jogou próximo a um córrego.

 

"Com o transcorrer do Inquérito Policial, foram disponibilizadas imagens para a imprensa do caminhão da empresa WM AMBIENTAL, dirigindo-se para o local do descarte irregular, ficando evidente que o crime ora cometido no fato não era de responsabilidade da Clínica", diz trecho do ofício encaminhado.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 25/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,35 -1,45%

Algodão R$ 89,92 0,16%

Boi a Vista R$ 130,33 -0,39%

Soja Disponível R$ 58,99 0,32%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.