Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 21/10/2019

Política de MT - A | + A

Nome dos bastidores 09.10.2019 | 07h30

Botelho nega articulações para Senado e conselheiro do TCE

Facebook Print google plus

Fablício Rodrigues/AL-MT

Fablício Rodrigues/AL-MT

A possibilidade do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manter cassada a senadora Selma Arruda (Podemos) tem causado repercussão na classe política de Mato Grosso e o nome do presidente do Legislativo estadual, Eduardo Botelho (DEM), surgiu como consenso entre os deputados estaduais que poderiam trabalhar para eleger sua chapa. No entanto, o democrata disse que não articula nos bastidores da política ser candidato a senador.

 

Destaca que seu nome é colocado por ser presidente de um Poder. No entanto, até o governador Mauro Mendes (DEM) avalia Botelho como um bom candidato caso se confirme a realização de um eleição suplementar.   

 

Questionado pelo , Botelho disse que não aventa a hipótese. "Eu sou presidente do Parlamento. Por ser presidente, meu nome é cogitado sempre. Ele aparece. Mas eu não estou aventando essa hipótese de ser candidato a prefeito e nem a senador. Eu acho que tem nomes aí que tem mais abrangência. Eu não estou trabalhando nesse sentido", disse ele negando que esteja articulando uma candidatura a prefeito de Cuiabá. 

 

Vaga no TCE

Nos bastidores da política comenta-se que Botelho estaria articulando assumir uma vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT). No entanto, ele também nega a articulação e lembra que ainda não existe vaga aberta no TCE e que isso ainda depende de muitos fatores. 

 

"Em relação a vaga do TCE, eu nunca discuti a possibilidade, mesmo porque, primeiro que nem existe vaga. Vários fatos teriam que acontecer para abrir uma vaga. Então, são possibilidades muito remotas que eu não consigo discutir. É só conversa. Mas, eu garanto, eu não estou", disse. 

 

Segundo ele, seu foco está em ajudar o governador Mauro Mendes a resolver os problemas do Estado. "Meu foco está sendo aqui dentro, ajudar Mauro Mendes aí em projetos que atendam os interesses do Estado, que possam tirar Mato Grosso dessa crise. Eu estou concentrado nisso também", garantiu.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a educação domiciliar?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 21/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,00 0,00%

Algodão R$ 93,44 -0,75%

Boi a Vista R$ 135,83 0,24%

Soja Disponível R$ 64,70 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.