Publicidade

Cuiabá, Domingo 15/12/2019

Política de MT - A | + A

acordo à vista 27.06.2019 | 16h47

Governo está mais próximo de trazer de volta gás boliviano

Facebook Print google plus

Marcos Vergueiro/Secom-MT

Marcos Vergueiro/Secom-MT

A sociedade entre o MT Gás e a Yacimientos Petroliferos Fiscales Bolivianos (YPFB), estatal boliviana responsável pelo gás exportado, irá trazer de volta aos postos o gás natural veicular (GNV). Essa é a perspectiva do contrato que será fechado entre as duas empresas, mas que ainda não tem data para ser assinado.

 

Depois da visita do governador Mauro Mendes (DEM) ao presidente da Bolívia, Evo Morales, foi a vez do ministro de Hidrocarburos, Luís Alberto Sánchez Fernández devolver a visita na tarde de quinta-feira (27), para tratar mais detalhes da negociação, que será feita em forma de sociedade.

 

Leia também - MPE divulga edital de concurso para promotor de Justiça

 

O retorno do GNV pode ser a 'salvação' do MT Gás, que esteve entre as empresas que poderiam ser extintas pela atual gestão. "O MT Gás era um CNPJ e uma sala emprestada. É um sonho que foi criado e nunca virou realidade. Mas, com essa

sociedade, essa empresa começará a ter valor e confiabilidade para poder vender', explicou o governador.

 

A confiabilidade a que Mendes se refere é a garantia de abastecimento, o que nunca ocorreu com o MT Gás, que teve crises de abastecimento, porque os contratos feitos não tinham cláusula contra a interrupção.

 

Para o governo boliviano, a parceria irá abrir novos mercados e reduzir a burocracia para vender não só o gás veicular em território brasileiro.

 

"Queremos viabilizar a sociedade entre o MT Gás e a YPFB para fornecer GNV, GLP [gás de cozinha] e fertilizantes, com segurança e confiança para abastecer o mercado. Em 15 dias voltaremos a nos reunir para ver a situação jurídica e virar um final feliz, onde podemos firmar o acordo", afirma o ministro boliviano.

 

Caso a sociedade seja firmada, a previsão é que o acordo tenha 15 anos de validade, além do fornecimento de 2,5 milhões de metros cúbicos de gás, que serão usados para ativar a usina termelétrica no estado, além da venda para o mercado.

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

51% dos brasileiros têm medo da polícia

Parcial

Edição digital

Domingo, 15/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,35 0,86%

Algodão R$ 91,92 0,44%

Boi a Vista R$ 134,67 0,00%

Soja Disponível R$ 68,00 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.