Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 11/08/2020

Cidades - A | + A

dreno no pulmão 14.01.2020 | 18h10

Internada há 14 dias, jovem com pneumonia alerta contra uso de narguilés

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Jovem Mara Maysa Barbosa, 18, começou a sentir fortes dores no rim e peito no dia 17 de dezembro. Desde então, ela está internada, diagnosticada com um quadro grave de pneumonia e derrame pleural, sem previsão de alta. A crise ocorreu por conta de narguilé, que a jovem faz uso desde os 16 anos.

 

Segundo narra Mara, ela experimentou narguilé aos 14 anos. No entanto, aos 16 passou a fazer uso contínuo. Por mais que não tivesse um aparelho em casa, ela fumava quando saía aos fins de semana. A jovem acabou pegando uma infecção devido ao uso exagerado.

 

Leia também - Cliente reclama de barata na vitrine de pães do Comper

 

“Comecei a usar frequentemente com 16 anos, usando o dos outros, porque eu não tinha um em casa. E por mais que a gente lave, limpe e coloque no álcool, a gente corre o risco de pegar uma infecção, porque nunca sabemos a procedência do narguilé”, disse ao .

 

A crise começou no dia 17 de dezembro, quando Mara sentia, principalmente, forte dores no rim. O médico avaliou que poderia ser cólica renal e após realizar exames de sangue, ela tomou injeção e soro e voltou para casa.

 

Contudo, uma segunda crise acometeu Mara, com novas dores no rim e quadril, além de fortes pontadas no peito. Ela passou a tomar antibióticos, porém, foi acometida também por vômitos. A jovem relata que chegou a perder 7 quilos em seis dias.

 

“Estava sob observação dos meus avós, porque meus pais estavam viajando. Até água, se eu tomava, vomitava. Eu não conseguia fazer força, sentia como se estivesse deitada em um colchão de água inflável”, relembra. Ela passou a virada de ano novo deitada, com febre de 39º C.

 

Quando procurou ajuda em uma Unidade de Pronto Atendimento, foi constatado em um exame de raio-X que Mara estava com água no pulmão. Após o diagnóstico, a jovem foi submetida a vários drenos no pulmão, que causaram dor e desconforto. Ela segue sem previsão de alta e da retirada do dreno, pois ainda tem líquido no pulmão.

 

Em seu perfil no Facebook, Mara fez um longo texto detalhando as consequências do uso exagerado do narguilé, e faz um apelo para que fumantes abandonem o hábito. A publicação já foi compartilhada mais de 30 mil vezes.

 

“Meu último aviso pra você que fuma (narguilé ou cigarro), pare. Não estou viralizando dizendo que todo mundo um dia pode passar por isso, mas evita. Isso aqui não é um sofrimento, é uma tortura, só Deus sabe o que eu estou passando e o estado da minha situação”, lamenta em um trecho.

 

Com a repercussão da publicação, ela conta que várias pessoas passaram por situação parecida ao fumar narguilés. Uma das vítimas é tangaraense Nayara Moura, de 23 anos, que descobriu que estava com câncer. Ela entrou em contato com Mara. “Não sou o primeiro caso e não sou último”, alerta Mara.

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 11/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,30 -2,51%

Algodão R$ 93,81 -0,03%

Boi a Vista R$ 135,00 0,85%

Soja Disponível R$ 66,00 -0,30%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.