Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 27/11/2020

Polícia - A | + A

OLX E WHATSAPP 22.10.2020 | 07h12

Polícia de SP deflagra operação e faz buscas por golpistas em Cuiabá

Facebook Print google plus

Polícia Civil

Polícia Civil

(Atualizada 27/10 - às 07h40) Polícia Civil de São Paulo deflagrou na manhã desta quinta-feira (22) a Operação Camaleão e cumpre em Cuiabá 4 mandados de busca e apreensão contra um grupo de golpistas responsáveis por crimes em sites de compra e venda na internet e aplicativos de celulares. Toda a ação contra com o apoio da Polícia Civil de Mato Grosso.

 

Conforme as informações da assessoria de imprensa, a operação foi deflagrada pelo Setor Especializado no Combate à Corrupção, Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro (Seccold) de Guaratinguetá (SP). Os crimes de estelionatos ocorriam pelos sites da OLX e pelo aplicativo WhatsApp.

 

Leia também - Trabalhador morre após levar descarga elétrica em obra na zona rural de MT

 

Consta na investigação que ao menos 4 pessoas moradoras de Cuiabá estão envolvidas nos crimes. No golpe aplicado, um vendedor e um comprador de veículos, anunciado na OLX – ambos moradores de Guaratinguetá, o golpista conseguiu obter R$ 26 mil da vítima que pretendia comprar o carro.

 

Com base nas informações e com a investigação já em curso, a Polícia Civil representou a Justiça de SP pelo sequestro do valor do titular da conta bancária, ou seja, do golpista, bem como os mandados de busca e apreensão dos endereços em Cuiabá.

 

O objetivo é apreender celulares e outros equipamentos e elementos que possam contribuir nas investigações. Aqui, o trabalho conta com o apoio da Delegacia Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor), Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), Gerência de Operações Especiais (GOE) e Delegacia de Diamantino. 

 

Outro lado

A OLX não teve acesso às evidências de que esse caso ocorreu na plataforma, mas está à disposição das autoridades para colaborar na apuração dos fatos. A empresa investe constantemente em tecnologia e serviços de orientação ao usuário, com recomendação das melhores práticas de negociação, incluindo o levantamento de laudos e vistoria técnica do veículo. Caso o usuário perceba que nossas políticas estão sendo infringidas, contamos também com a sua denúncia para investigar anúncios irregulares e removê-los.

 

Dicas de negociação:

·     Ao entrar em contato com o vendedor, evite negociações com terceiros;

·     Verifique se o vendedor é o proprietário legítimo do veículo. Você pode verificar se o documento do carro é verdadeiro entrando em contato com o DETRAN. Aproveite também para verificar, pelo Renavam, se o veículo tem multas e IPVA pendentes. O Registro Nacional de Veículos Automotores é o documento que nos permite verificar todo o histórico do carro. O Renavam é como se fosse o CPF, RG, Certidão de Nascimento e Óbito do veículo e vem impresso no CRLV - Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, emitido pelo DETRAN, ou no documento de Transferência do Veículo. Desconfie de negociações em que o vendedor não possua ou não queira compartilhar estes dados;

·     Evite realizar qualquer tipo de depósito antecipado (pagamento de entrada) sem antes ver o veículo de perto, verificar se está em bom estado e com todos os acessórios anunciados;

·     Caso esteja negociando com uma concessionária, evite qualquer pagamento antecipado e para contas de pessoas físicas;

·     Seja cuidadoso com contratos de consórcios e prestações. Pesquise a documentação e o histórico da empresa envolvida;

·     Desconfie se o veículo está em perfeito estado com valores muito abaixo do mercado;

·     Fique atento se o vendedor alegar que ganhou o veículo em uma promoção/sorteio, que é ex-funcionário de uma empresa, ou se diz trabalhar nas montadoras de veículos e que, a partir disso, conseguiu o automóvel mais barato;

·     Faça uma revisão com um mecânico de confiança antes de efetuar o pagamento;

·     Cuidado com anúncios que oferecem frete grátis para a entrega do veículo.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você concorda com o retorno das aulas presenciais em fevereiro ou acha melhor esperar a vacina?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 27/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 62,00 0,00%

Algodão R$ 125,50 1,52%

Boi à vista R$ 252,87 -0,48%

Soja Disponível R$ 159,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.