Publicidade

Cuiabá, Domingo 05/04/2020

Política de MT - A | + A

CASSADA 20.01.2020 | 11h48

Selma Arruda afirma que Fávaro também cometeu caixa 2

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

A senadora cassada Selma Arruda (PODE) acusou o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), derrotado nas eleições ao Senado, de também ter praticado caixa 2 durante a disputa de 2018. Selma disse que o fato foi revelado durante o seu processo de cassação, quando uma testemunha indicada por Fávaro teria dito que o mesmo teria pago em espécie.  

 

A declaração ocorreu em sua primeira entrevista para a imprensa de Mato Grosso, quando Selma recebeu o programa roda de conversa do apresentador Dito Lucas e a jornalista Ana Karla Costa.

 

“No depoimento de uma das testemunhas do meu processo, arroladas pelo Fávaro, ele diz o seguinte: ‘Eu recebi realmente da senadora Selma uma quantia X, de um cheque nominal e cruzado, para fazer pesquisa. Essa mesma pesquisa eu vendi para o Fávaro, só que ele não me pagou em cheque, ele me pagou em dinheiro vivo'. Isso não é caixa dois?”, questionou Selma. 

 

Ela ainda criticou o fato do desembargador Pedro Sakamoto, relator do processo, e o Ministério Público Eleitoral não ter investigado a declaração. "Esse processo está cheio dessas coisas. E isso é muito perigoso”. 

 

Leia também - Polícia Civil investiga fraudes na compra de semáforos em Cuiabá

 

Selma Arruda ainda acusou Carlos Fávaro de ter sido financiado ilegalmente para pagar os advogados que atuaram no processo de cassação dela. A mesma alega que um dos advogados de Fávaro trabalha para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), reforçando a sua tese que foi cassada por um complô envolvendo forças políticas que não querem que membros do judiciário adentram na política.   

 

“O Carlos Fávaro gastou milhões com esses advogados. São muitos advogados. Um deles é cargo de confiança do Davi Alcolumbre. Um tal Frazão. Ele é diretor jurídico da presidência do Senado e atuou no processo contra mim”, revelou.   

 

“De onde esse Carlos Fávaro está tirando esse dinheiro? Um dia o povo brasileiro vai saber, porque eu já sei. Sei dos motivos pelos quais isso tudo está acontecendo. O interesse é muito maior do que as pessoas estão pensando. E é um interesse absurdamente obscuro. Não há nada daquilo que diz”, completa.   

 

A juíza aposentada Selma Arruda foi cassada em decisão de dezembro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), por 6 votos a 1. A corte concluiu que houve abuso de poder econômico e captação ilícita de recursos durante a campanha de 2018.   

 

Dos 7 ministros do TSE, apenas Edson Fachin divergiu do relator, Og Fernandes, que manteve o entendimento do TRE de Mato Grosso que cassou Selma em abril deste ano. A senadora cassada só deixará o mandato apenas em fevereiro após o retorno do recesso Legislativo. 

 

Outro lado

Carlos Fávaro foi procurado pela reportagem, mas não atendeu às ligações.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Guedes Guedes Braz - 20/01/2020

A Juíza moralista está reconhecendo o seu crime e ao mesmo tempo reconhecendo que cometeu crime em não denunciar o seu parceiro que também usou do Caixa 2. Ninguém se escandaliza com a confissão, escândalo só se fosse Caixa 2 de Lula e ou do PT.

waldomiro lopes - 20/01/2020

Pau que bate em chico também bate em Francisco ou ou ele é mais igual que ela?

2 comentários

1 de 1

Edição digital

Domingo, 05/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,75 -0,68%

Algodão R$ 93,42 0,54%

Boi a Vista R$ 134,67 0,00%

Soja Disponível R$ 65,15 0,23%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.