Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 22/10/2020

Cidades - A | + A

Entrega em 2 anos 15.05.2020 | 15h18

Centro de Inovação em VG sairá do papel depois de 10 anos

Facebook Print google plus

Secom-MT

Secom-MT

A ordem de serviço para a construção do Centro de Inovação do Parque Tecnológico de Mato Grosso, em Várzea Grande, foi assinada nesta sexta-feira (15) pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), em parceria com a Prefeitura de Várzea Grande. O projeto da obra estava parado há mais de 10 anos. A obra custará R$ 8,7 milhões, segundo o secretário chefe da Seciteci, Nilton Borgato.

 

Segundo o governo, o Centro já possui 18 empresas interessadas em se instalar no local, que possui 80 hectares. Destes, 16 serão voltados para instituições públicas, empresas âncoras e startups, e mais 64 hectares voltados à instalação de empresas e organizações, privadas que estejam alinhadas com os eixos estratégicos do Parque Tecnológico.

 

Leia também - Previsão do tempo prevê mínima de 14º C em Chapada dos Guimarães

 

“Agora será permitido que a obra saia finalmente do papel e entregue daqui a dois anos. Será um ambiente voltado à criação, desenvolvimento, disponibilização de soluções tecnológicas e atração de empresas inovadoras ao mercado”, destacou Nilton Borgato.

 

“Investir em tecnologia é investir no futuro. Não é possível imaginar qualquer atividade hoje que não passe pela tecnologia. O nosso estado tem grande potencialidade no agronegócio e em tantas outras áreas. Investir em tecnologia é agregar valor, criar oportunidades, empregos, dentro de uma tendência que o mundo tem de cada vez mais incorporar a tecnologia aos processos”, afirmou o governador Mauro Mendes.

 

O governador explicou que a intenção é atrair empresas de diversas partes do país e do mundo, de forma a agregar valor à mão de obra e à produção do estado, que poderá dobrar ou até mesmo triplicar nos próximos anos. “O Governo, quando dá ordem de serviço, tem não só o orçamento alocado, mas o dinheiro preparado e guardado para que a empresa faça sua parte e receba literalmente em dia. Com isso, acreditamos que o empreendedor terá todas as condições. Nenhuma obra na nossa administração foi paralisada por falta de pagamento. E, se Deus quiser, continuará dessa forma”, garantiu.

 

Para o senador Jayme Campos, a ordem de serviço representa mais um presente para Várzea Grande e para Mato Grosso. “Mato Grosso precisa disso para avançar na área de tecnologia e pesquisa no agronegócio, e nas outras áreas essenciais. O seu Governo tem demonstrado compromisso com a sociedade mato-grossense. Vínhamos numa situação muito ruim e esse Governo, mesmo com as dificuldades, tem feito render os recursos públicos, fazendo estradas, unidades de Saúde e investimento na Segurança Pública”, sublinhou.

 

Também participaram do ato Mauro Carvalho, secretário da Casa Civil; Lucimar Campos, prefeita de Várzea Grande; Stephano Carmo, secretário adjunto de Educação Profissional Superior da Seciteci; Djalma Fernandes, secretário adjunto de Administração da Seciteci; Prof. Rodrigo Bruno, reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat); Prof. Adriano Silva, presidente da Fapemat; Luiz Renato de Barros Bambirra, da BK Construtora (responsável pela obra); Lecticia Figueiredo, Superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Seciteci e o Prof. Rogério Santos, coordenador do Parque Tecnológico. (Com informações da assessoria)

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jamil - 15/05/2020

Prefeita, eu parabenizo por tudo que fez e faz pelo povo várzea grandense, mas por favor não esqueça do nosso parque Bernardo berneck, passaram outros gestores e foram só promessas, mas confiamos na senhora. A orla da Júlio Miller no Porto está em pleno andamento e porque o parque não sai do papel? Obrigado

aureo piratello - 15/05/2020

ninquen disse aonde e essa obra e no liovramento

2 comentários

1 de 1

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 22/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.