Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 29/09/2020

Cidades - A | + A

Fernando, Isaac, Miguel 08.04.2020 | 11h00

Conheça as pessoas que dão nome a 5 avenidas de Cuiabá

Facebook Print google plus

Com mais de 600 mil habitantes, Cuiabá chega aos 301 anos com muitas histórias para contar. O conta algumas delas, sobre 5 das principais avenidas por onde circulam pessoas, sonhos e destinos.

 

Luiz Leite / Gazeta Digital

Selo Cuiabá 301 anos

 

 

Miguel Sutil
Com quase 14 quilômetros, a avenida Miguel Sutil contorna Cuiabá, começando na Ponte Nova e indo até o bairro Dom Aquino. Miguel Sutil de Oliveira foi um bandeirante que depois de passar por Minas Gerais chegou a Mato Grosso, onde comprou um sítio às margens do rio Cuiabá e depois acabou descobrindo ouro no córrego que depois passou a ser chamado de Prainha. Esse local depois passou a ser denominado Lavras do Sutil, depois Arraial do Cuiabá ou Lavras do Cuiabá. Apesar do ouro que encontrou aqui, retornou para o interior de São Paulo, onde faleceu em 1765.

 

Acervo Pessoal

Rubens de Mendonça com a filha Adélia

Rubens de Mendonça com a filha Adélia

Historiador Rubens de Mendonça
Com 7,8 quilômetros de extensão, a avenida Historiador Ribens de Mendonça, mais conhecida como avenida do CPA, faz homenagem a um importante escritor, cronista e jornalista mato-grossense. Nascido em Cuiabá, era filho de Estevão de Mendonça e em sua carreira publicou mais de 100 livros.

 

 

Fernando Corrêa da Costa

Reprodução

Fernando Corrêa da Costa

Fernando Corrêa da Costa

Uma das maiores e importantes vias da Capital, a avenida Fernando Corrêa da Costa liga a região do Coxipó ao centro, o nome é homenagem ao médico e ex-governador de Mato Grosso. Entre as ações mais importantes do cuiabano como gestor do Estado, podem ser listadas a criação do Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat), o Instituto de Previdência de Mato Grosso, além da instauração do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

 

 

Isaac Póvoas

Reprodução

Isaac Póvoas

Isaac Póvoas


A via íngreme, com diversos semáforos, faz parte do coração do centro de Cuiabá, a avenida Isaac Póvoas homenageia o interventor (cargo semelhante ao de prefeito) da Capital entre 1938 e 1941. Nascido em Cuiabá - município onde morreu em 1970 -, antes de assumir a gestão da cidade foi diretor de Instrução Pública - hoje equivale a secretário de Estado de Educação -, delegado, presidente da Caixa Econômica em Mato Grosso, entre outros. Além da política, era apaixonado pelo jornalismo e a literatura, tendo colaborado com revistas e jornais da época, além de deixar escritos, depoimentos para a posteridade.

 

Reprodução

Tenente Coronel Duarte

Tenente Coronel Duarte

Tenente Coronel Duarte
Já a avenida Tenente Coronel Duarte, era José Garcia Duarte, militar que atuou na Guerra do Paraguai. Apesar de ser figura importante em Mato Grosso, morou a maior parte da vida no interior de SP. Recebeu de D. Pedro II o título de Barão de Franca e foi fundamental para o estado durante o período de guerrilha.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Na sua opinião, por que tantos candidatos milionários querem entrar na política?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 29/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,20 0,25%

Algodão R$ 93,00 0,37%

Boi a Vista R$ 136,67 -0,02%

Soja Disponível R$ 69,10 -0,29%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.