Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 21/10/2020

Cidades - A | + A

DANO AMBIENTAL 17.08.2020 | 09h12

Em vídeo, pescadores denunciam usina de Sinop por morte de peixes

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Atualizada às 10h48 Pescadores que navegavam pelo rio Teles Pires no fim de semana, denunciaram a morte de toneladas de peixes boiando na água. A mortandade atinge todas as espécies existentes no local e começou a ser percebida no sábado (15). Os autores das filmagens acusam a Usina Hidrelétrica de Sinop pelo dano ambiental.


Leia também - Esteticista que teve braço quebrado por policial fará nova cirurgia

 

Na filmagem, um dos pescadores mostra peixes enormes boiando na água. Ele ainda questiona que os profissionais podem pescar apenas 5 quilos para evitar a redução da fauna do rio, porém, a empresa causa dano infinitamente maior e não há providências.


“Isso não é em um só lugar. É em todo rio. Aqui onde estou é abaixo da Ilha Alcione, da quinta ilha da Usina. Quando mais a gente desce rio, mais peixe morto tem”, relata.


Em setembro de 2019, a Justiça suspendeu o funcionamento da empresa pelo mesmo motivo. Na época foram recolhidos 13 toneladas de peixes mortos no Rio Teles Pires.


Outro pescador narra que o cheiro no local estava insuportável, que a quantidade de animais mortos era grande. “Quando tempo a natureza vai demorar para se recuperar? A natureza é mais importante do que uma usina. O que ela traz de bom para a cidade?”, narra na filmagem outro pescador.


Nos vídeos é possível ver, além dos cadáveres boiando, muitos peixes que foram arrastados para a margem do rio. Os pescadores ainda comentam que a usina havia começado a recolher os animais mortos.


Outro lado
A Secretaria de Estado e Meio Ambiente (Sema) foi procurada e não atendeu às ligações nem respondeu mensagens. Posteriormente a publicação da matéria, encaminharam resposta. Na nota, a Sema informou que uma equipe foi encaminhada ao local para investigação da situação.  Pontua que a mortandade é inadmissível e a empresa já foi multada em R$ 62 milhões por dano causado devido à falhas no funcionamento.

 

"De acordo com a pasta, diante da inadmissibilidade do que vem ocorrendo, a Companhia Energética de Sinop já foi multada em mais de R$62 milhões ao longo dos últimos 18 meses. A pasta reitera que o licenciamento não prevê tal mortalidade de peixes, uma vez que o instrumento visa justamente mitigar possíveis impactos ambientais.

Além das multas aplicadas, o empreendimento também foi notificado a instalar um sistema de repulsão dos peixes e a realizar correções na bacia de dissipação ainda em 2020. O acordo foi ratificado pela Justiça Federal em outubro de 2019.

As diligências realizadas pela Sema serão acompanhadas pelo Ministério Público Estadual, Delegacia Especializada de Meio Ambiente (Dema) e Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec)", diz parte da nota.

 

 

A assessoria da Usina Hidrelétrica de Sinop foi procurada e encaminhou a seguinte nota:


"A Companhia Energética Sinop, concessionária da UHE Sinop, informa que, em decorrência do período da seca, o reservatório teve redução do nível de água chegando próximo ao limite, sendo necessária a parada das unidades geradoras.

 

Diante disso, foram observados espécimes de peixes boiando ao longo do barramento da Usina. Imediatamente, a Companhia destinou equipes embarcadas para realizar a coleta das carcaças e sua correta destinação.

 

Essa alteração pode mudar momentaneamente o ambiente aquático próximo ao reservatório e pontualmente gerar impacto aos peixes. Vale ressaltar, porém, que esse tipo de manobra faz parte da operação de uma usina hidrelétrica e está prevista no licenciamento ambiental. As condições do local estão sendo observadas para avaliação das hipóteses do evento ocorrido, considerando os diversos aspectos envolvidos, para que se possa aplicar as ações cabíveis o mais rapidamente possível.

 

A Companhia Energética Sinop reforça que cumpre a legislação e o licenciamento ambiental e preza pelo compromisso com o meio ambiente e com a geração de energia limpa e renovável".

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 21/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.