Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Cidades - A | + A

Esperança 11.05.2020 | 08h29

“Hotel Albergue” desperta sonhos de pessoas em situação de rua

Facebook Print google plus

Luiz Alves/Sicom

Luiz Alves/Sicom

“Sair daqui recuperada, trabalhando, poder cuidar dos meus filhos e com a documentação feita para uma vida digna sem ter que voltar para as ruas”. Essa foi a definição feita por Simone dos Santos, 32, uma das pessoas em situação de rua que  permanece abrigada no “Hotel Albergue”, instalado em Cuiabá. A iniciativa foi elaborada pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro. A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência.

 

Ela que viveu nas ruas desde os 5 anos de idade, por ter perdido os pais muito cedo, conta que a única opção foi a vida desregrada e sem com compromisso. Com dois filhos pequenos, sendo criados pela irmã, Simone lembra com os olhos cheios de lágrimas, que a única certeza que tem é não querer voltar para as ruas.

 

“No começo eu fiquei com medo, mas hoje eu estou tendo conforto e dignidade que nunca imaginei um dia poder ter. Todos os dias tenho pessoas que limpam meu quarto. Durmo no ar condicionado com televisão só pra mim. Sem falar do coronavírus, estou totalmente segura”, comentou.

 

Leia também - Vídeo exibe importantes pontos de Cuiabá do século passado

 

A história do senhor Carlos André, 77, apesar de ser um pouco diferente estava prestes a tomar o mesmo rumo, as ruas. Ele que estava na Capital para dar continuidade no tratamento de saúde, mas que em virtude da pandemia foi suspenso, já estava sem dinheiro para voltar para Alta Floresta, local onde reside atualmente.


Segundo ele, já estava sem saber o que fazer, pois a conta do hotel onde estava só aumentava. Foi então que ele ficou sabendo dessa possibilidade e procurou a unidade do Centro de Referência de Assistência Especializado (Creas) para fazer a triagem e conseguiu encaminhamento. “A única palavra que resume é gratidão. Só posso agradecer a prefeitura por essa, sem isso não sei onde estaria nesse exato momento. O meu muito obrigado. Os serviços ofertados são perfeitos e o melhor de tudo, estamos prevenidos do coronavírus”, pontuou.

 

Por iniciativa da primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, a gestão ampliou a capacidade de abrigamento com a instalação de pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social em um hotel. A medida integra um plano de ação com objetivo de evitar à disseminação do novo Covid-19. O “Hotel Albergue” abriga hoje 88 pessoas em situação de rua, sendo 08 mulheres e 80 homens.

 

“Esse trabalho não vai parar por aqui. Estamos traçando novos planos de ação para melhorar ainda mais esse acolhimento”, reforçou. Sabemos da importância, da necessidade de não deixar ninguém sem amparo. E, muito menos, nesse momento de enfrentamento ao novo Coronavírus”, declarou a primeira-dama Márcia Pinheiro. 

 

No “Hotel Albergue” estão sendo executados os mesmos procedimentos aplicados nas unidades Municipais, com regras e normas a serem seguidas e respeitadas pelos acolhidos. 

 

Atendimentos médicos também estão sendo realizados para os acolhidos pela equipe do Consultório de Rua com consultas, solicitação de exames, entrega de medicamentos e orientações.

 

Na oportunidade, a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira informa que, os trabalhos de abordagem continuam, sendo esse um serviço contínuo realizado pela Secretaria, pois ainda existem vagas disponíveis, não só no Hotel Albergue como nos Albergues Municipais. Cerca de 70 vagas ainda estão disponíveis. 

 

No entanto, faz-se importante ressaltar que, as vagas disponíveis para o “Hotel Albergue” são para aquelas pessoas que já estão há algum tempo em lugares de grande concentração desse público, como o Morro da Luz, Praça do Porto, Rodoviária e Beco do Candeeiro. 

 

Nos albergues municipais, são para pessoas em trânsito ou que vieram para Cuiabá e não conseguem voltar de imediato. A distribuição das vagas é  feita de acordo com o perfil de cada um. “Os interessados devem fazer a triagem com a equipe dos Centros de Referência Especializado (Creas) que fará a distribuição de acordo com o perfil de cada pessoa”, salientou. 

Para atender aos que forem acolhidos, foram contratadas 20 pessoas que irão trabalhar por escala, com plantões diurnos e noturnos. O processo de contratação está sendo executado pela Secretaria Municipal de Saúde. 


A ação inédita realizada pela Prefeitura de Cuiabá por meio de uma parceria com a Defensoria Pública e Ministério Público Estadual resultou em um contrato de prestação de serviços com a Rede de Hotéis Mato Grosso a fim de ampliar a capacidade de abrigamento as pessoas em situação de rua nesse momento de enfrentamento a pandemia do Coronavírus.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,45 0,74%

Algodão R$ 92,50 -0,51%

Boi a Vista R$ 135,67 -0,97%

Soja Disponível R$ 65,90 -0,45%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.