Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 06/12/2019

Cidades - A | + A

dia da consciência negra 20.11.2019 | 11h12

Loja no centro de Cuiabá vende produtos africanos para valorizar cultura

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Viviane souza

No calçadão da rua Antônio Maria Coelho, no Centro de Cuiabá, o "espaço afro" Vivian Fashion Hair se destaca entre as outras lojas. Logo na entrada, estão dispostos manequins que exibem vestidos, brincos, turbantes e acessórios originários da cultura africana, além dos cabelos orgânicos das mais diversas cores enfileirados para a escolha dos clientes.

 

Leia também -Histórias de superação vão se multiplicando diante do racismo

 

Em pé, por entre as roupas, fica a empresária Viviane Souza, de 45 anos, hoje conhecida apenas como "Vivian", devido ao nome de sua loja. Ela é a responsável pelo empreendimento que está no local há cerca de um ano. Viviane é trancista e viu em Cuiabá a oportunidade de investir no mercado voltado à cultura negra, pouco valorizada na capital mato-grossense. 

 

Foi há 18 anos, quando descobriu estar grávida, que transformou seu hobby em ofício. Ela trabalhava como vendedora de uma loja e ouvia de seus colegas brancos e preconceituosos que sua filha viveria com o cabelo bagunçado. 

 

"Ela nasceu e eu comecei a trançar o cabelo dela. Eu coloquei trancinhas pequenininhas e daí foi surgindo. Minhas vizinhas viram o cabelo dela e diziam que também queriam trançar. Eu moro em Várzea Grande e arranjei clientes em Cuiabá, mas elas achavam que minha casa era muito longe, foi aí que comecei a trabalhar no centro", explicou. 

 

Com uma cadeira, em que deixava no salão de uma amiga fora do horário de expediente, ela começou seus turnos na Praça da República, onde permaneceu por quase 15 anos. Lá, fazia trabalhos mais simples, até que conheceu o cabelo orgânico e precisou de um espaço fixo para trabalhos mais elaborados. Ela ficou por 3 anos no salão da amiga até que encontrou o seu próprio local. 

 

Agora, com a ajuda de uma haitiana, ela trança e aplica as mechas orgânicas em ao menos 3 clientes por dia. O serviço é manual e demora de 3 a 4 horas. Com uma agulha, ela costura os cabelos orgânicos artesanalmente nos cabelos naturais. 

 

"Isso daqui não é para qualquer um. É preciso ter o dom. Eu ministro curso, então um monte de mãe coloca a filha só porque acha bonito, mas aí a filha não tem nada a ver. Precisa ter um pouco de dom e aí as coisas fluem", deu a explicação à reportagem enquanto trançava uma de suas clientes. 

 

Apesar da loja ser um sucesso, Viviane relatou que muitos negros ainda não se sentem confortáveis em utilizar as vestimentas pertencentes à sua cultura por medo do preconceito. Por isso, ela tem um cabide com roupas que ela chama de 'modinha', com estampas neutras. Os vestidos e batas com estampas africanas, por exemplo, são mais procurados por pessoas brancas.

 

"Existe muito preconceito ainda. Vejo gente passando na rua e dizendo que a loja é apenas de negro com um tom pejorativo. Esses dias passou um e disse que era loja de macumba e que não iria passar perto. As pessoas misturam muito as coisas, eu mesma não sigo nenhuma religião de matriz africana. Meu público atualmente é 60% negro e 40% branco", finalizou.  

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

Ondas de manifestações ocorridas em países como Chile e Colômbia podem chegar ao Brasil?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 06/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,60 0,70%

Algodão R$ 97,15 -0,46%

Boi a Vista R$ 134,92 0,00%

Soja Disponível R$ 69,10 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.