Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Cidades - A | + A

RISCO DE COLAPSO 29.05.2020 | 09h40

MT terá mais de 4 mil casos de covid-19 em 15 dias, afirma secretário

Facebook Print google plus

Tchélo Figueiredo/Secom

Tchélo Figueiredo/Secom

As projeções da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que os casos de covid-19 devem dobrar nos próximos 15 dias, ou seja, ultrapassará os 4 mil diagnósticos. Junho será um dos meses mais dramáticos e, caso 70% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sejam ocupados, as medidas de restrições serão endurecidas e atividades comerciais poderão ser suspensas. 


Leia também -Prefeita de Cocalinho aumenta o próprio salário para R$ 19 mil

 

A abertura do comércio e o descuido da população são fatores determinantes para a elevação expressiva dos casos, conforme declarou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, na manhã desta sexta-feira (29). "Com a flexibilização é claro que so casos vão aumentar. Não precisa ser especialista para saber isso. Nos próximos dias o aumento será significativo. Eu acredito que em 15 dias iremos dobrar o número de casos no estado".


“Toda medida de isolamento é salutar e ajuda conter evolução dos casos. Não temos curva achatada porque em todos os nossos boletins tivemos crescimento dos casos. Nós estamos em pleno crescimento da pandemia. Não sabemos quando vamos chegar no pico, acho que ainda está longe”, informou o secretário.


Figueiredo pontua que é preciso flexibilizar as atividades econômicas para aliviar a crise econômica, mas é necessário que as pessoas tomem as medidas de prevenção. Que se use máscara, cuide da higiene, que saia de casa somente quando necessário.


“Não vejo problema em loja aberta para atender alguns clientes. Devemos ter é rigidez nas medidas protocolares. Quem estiver sem máscara não poderá entrar no shopping, no mercado, porque está colocando a vida dele em risco e de toda a sociedade. Nosso comportamento vai determinar maior ou menor número de casos. Nosso comportamento vai determinar quantas pessoas vão precisar de atendimento hospitalar”, declara.


Na transmissão, o secretário ainda criticou os jovens, pois eles são os maiores frequentadores de festas e aglomerações. Ele ressaltou que a idade não é mais diferencial para a doença, pois já foram registradas mortes de pessoas com 17 e 24 anos, até de um bebê de 8 meses.


“Eles acham que estão imunes, mas não estão. E também eles podem colocar a vida de outras pessoas em risco. Só vão se dar conta da gravidade da situação quando perderem alguém próximo. Vão chorar quando perder um ente querido”, alerta.


O gestor ainda teceu críticas aos moradores de Várzea Grande que “agem como se não houvesse pandemia”. A cidade está com comércio aberto há mais tempo e as ruas seguem muito movimentadas na região. Figueiredo questionou se sair de casa para fazer compras é realmente necessário nesse momento e orientou que saiam de casa o mínimo possível.


“Vamos limitar a circulação para quem precisa trabalhar, para o pessoa da saúde. Pessoa de Várzea Grande acha que ganhou o hospital que salva todo mundo e não é assim. Não queremos pessoas hospitalizadas”, afirmou. A referência de hospital é ao Metropolitano de Várzea Grande, que tem 40 leitos de UTI e deve receber mais 30 para atendimento exclusivo a pacientes de covid-19.


Números de MT
O estado tem 2085 casos confirmados da doença e 134 pacientes hospitalizados. Destes, 69 estão em UTI. Cinquenta e quatro pessoas já morreram devido ao novo coronavírus.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

CARLOS ANTONIO DE ASSUMPÇÃO SILVA - 29/05/2020

O Secretário da saúde , teceu críticas, aos moradores, mais eles não são culpados,pois Várzea grande, tem uma população muito Carente, e desassistida pelo poder publico daquela cidade, viver sobre um monopólio de uma cultura de governantes monopolistas e centralizadores; O Senhor secretário e o ministério publico, através dos meios legais , tem que cobrar ações CONCRETAS, para se criar uma BARREIRA SANITÁRIA dos que vem para Cuiabá. POIS SÓ QUANDO TIVEREM UM ENTE QUERIDO ATINGIDO PELA DOENÇA VÃO SE DESPERTAR...

1 comentários

1 de 1

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,90 -3,10%

Algodão R$ 91,63 -0,52%

Boi a Vista R$ 135,00 -0,37%

Soja Disponível R$ 66,90 -0,45%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.