Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 30/09/2020

Cidades - A | + A

abandono 08.12.2019 | 11h14

Pichações em casarões denunciam descaso com Centro Histórico

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Casarão / Centro Histórico / Manifestação / Proprietário / Denuncia - Rua 7 de Setembro com a R. Voluntários da Pátria

Não basta a estrutura de barro ruir e o telhado colonial desabar, o declínio dos casarões do Centro Histórico de Cuiabá parece não chamar a atenção do poder público. Para deixar mais explícito o desamparo, proprietários escreveram nas paredes dos imóveis suas insatisfações com a segurança e negligência do local.

 

Quem sobe a rua Voluntários da Pátria repara que dois casarões estão com palavras de protestos na fachada. “Abandono do Centro Histórico, incompetência, descaso e inoperância das autoridades”, está escrito em um dos lados da casa. Apesar da estrutura e pintura estar conservada, a pichação revela que o imóvel está há 6 anos sem ser alugado.

 

Leia também - Pancadas de chuva e tempo nublado marcam fim de semana

 

O abandono é tamanho, que o engenheiro agrônomo Ricardo Palma, que faz parte da Associação Amigos do Centro Histórico, relata que há pelo menos 3meses o protesto foi feito. “Onde é tombamento, é problema. Todo lugar que tem tombamento é problema. O nome já diz, tombamento, tombou, acabou, nunca mais”.

 

Chico Ferreira

Casarão

Casarão / Centro Histórico / Manifestação / Proprietário / Denuncia - Rua 7 de Setembro com a R. Voluntários da Pátria

 

Virando a esquina, está a antiga Gráfica Pepe, localizada na rua 7 de Setembro, que desabou após uma chuva em 29 de janeiro deste ano. 

 

Após reivindicações, uma obra com autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi realizada. Porém, a revitalização era pra ter sido entregue em abril. Oito meses depois, apenas a sustentação da fachada foi feita.

 

Os proprietários do imóvel – que são vários – também parecem não se interessar. O engenheiro observa que a insegurança da região desmotiva os proprietários e locadores.

Casarão

Casarão / Centro Histórico / Denuncia - Rua 7 de Setembro / Abandono / Obra Parada / Gráfica do Pepe

“Hoje, ninguém quer alugar casa no Centro Histórico. Quem que vai alugar se vai ser assaltado? Quem vai querer alugar se vão entrar, roubar a fiação? Ninguém aguenta mais. O governo do Estado não faz a parte dele, a Prefeitura não faz a parte dela, o Iphan não faz a parte dele, está no total abandono”, defende.

 

A empresária Maria Cândida, que também faz parte da Associação, explica que o Centro Histórico precisa ter um olhar diferenciado e ser fomentado, além de se aplicar políticas públicas aos moradores de rua.

 

Ela afirma que perder os casarões antigos, é também perder a história cuiabana. “Não se fomenta o local, com uma estrutura de visibilidade. Precisa ter um visual melhor, por isso que o proprietário fica indignado com a falta de interesse do prefeito, tem que ser feito rebaixamento da fiação e um olhar especial pros moradores de rua, por conta do abandono. Tem que ser um trabalho em conjunto”.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Na sua opinião, por que tantos candidatos milionários querem entrar na política?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 30/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,65 -0,84%

Algodão R$ 92,47 -0,26%

Boi a Vista R$ 132,33 0,51%

Soja Disponível R$ 72,00 -1,37%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.