Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 14/07/2020

Mundo - A | + A

estado grave 16.06.2020 | 09h54

Milícia supremacista atira durante atos antirracistas no novo México e fere um

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Ao menos uma pessoa ficou gravemente ferida após membros de uma milícia de extrema-direita atirarem durante um protesto contra o racismo na cidade de Albuquerque, capital do estado do Novo México, nos Estados Unidos. Os manifestantes protestavam contra a manutenção da estátua do conquistador espanhol Juan Onate em frente a um museu e, segundo relatos, pretendiam derrubá-la.

 

De acordo com repórteres do Albuquerque Journal que presenciaram a cena, cerca de 300 pessoas participavam da manifestação, que contou com lideranças indígenas da região. Os manifestantes eram observados de longe por um grupo de homens brancos fortemente armados.

 

Leia também - Após novos casos, China fecha mercado em Pequim e bloqueia áreas próximas

 

Quando os manifestantes se aproximaram da estátua de Juan Oñate com picaretas, um homem de camiseta azul iniciou uma discussão e foi empurrado para o meio da rua. Durante a briga, este homem teria usado spray de pimenta contra o grupo que o expulsava do protesto.

 

Membros da milícia então correram em direção à briga e cinco tiros foram ouvidos. Um homem, ainda não identificado pela polícia, caiu ferido. Paramédicos voluntários que participavam do ato o atenderam ainda na rua.

 

Crime de ódio
De acordo com a polícia de Albuquerque, há relatos de que grupos de milicianos agem para instigar a violência durante os protestos, que seguem se repetindo na capital do Novo México semanas após a morte de George Floyd por policiais em Minneapolis. "Se isso for verdade, nós vamos fazer com que respondam por seus atos, incluindo do crime federal de formação de grupos de ódio", disse o chefe da Polícia, Michael Geier.

 

"Estou enojada", disse a govenador do Novo México, Michelle Lujan Grisham. "Os indivíduos fortemente armados que apareceram no protesto chamando-se de 'guarda civil', estavam lá por uma razão: ameaçar os manifestantes numa demonstração não autorizada de força não regulamentada. A violência que de fato ocorreu é indescritível."

 

A prefeitura de Albuquerque afirma que irá remover a estátua do conquistador espanhol até que uma comissão decida o seu destino.

 

O homem baleado está internado em estado grave, mas estável.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 14/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,55 1,73%

Algodão R$ 95,01 0,02%

Boi a Vista R$ 131,40 0,02%

Soja Disponível R$ 64,10 -2,73%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.