Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 06/08/2020

Celebridades - A | + A

'enalteceu o samba' 30.04.2020 | 09h38

Filha de Beth Carvalho relembra morte da mãe

Facebook Print google plus

Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram

Nesta quinta-feira (30), faz um ano que Beth Carvalho morreu. Cantora excepcional, inovadora e descobridora incansável de talentos, Beth deixou um legado tão rico quanto insubstituível na música brasileira.

Para a filha de Beth, a também cantora Luana Carvalho, o samba nunca mais será o mesmo, sem a eterna "madrinha" do estilo.

 

– Ela foi a melhor cantora de samba do Brasil. Não estou querendo compará-la com outras estrelas, que também adoro, mas existe uma complexidade na obra da Beth Carvalho. Ela ficou marcada como uma artista muito abrangente. A Beth inaugurou uma série de tipos de sambas diferentes, além de ter cantado diversos estilos. Em termos de estrutura musical, ela estava muito ligada ao que estava acontecendo. Minha mãe tem uma peculiaridade muito ampla para o repertório. Fico impressionada toda vez que ouço novamente sua obra.

 

Leia também - Whindersson e Luísa Sonza anunciam fim de casamento

 

Luana ressalta que Beth tinha um amor genuíno pelo samba.

– Ela foi criada em Ipanema, entre a classe alta carioca, onde teve contato com a bossa nova. Porém, ela acabou escolhendo ficar com o povo, com o samba. E, já como cantora famosa, Beth sempre tinha um pensamento sociocultural e político, que ia além da música. Ela enalteceu o samba.

 

A cantora de 39 anos também destaca que a mãe, até pouco tempo antes de morrer, gostava de descobrir novos compositores. Lembrando que na longa lista da "madrinha" estão nomes como Jorge Aragão, Almir Guineto, Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal.

 

– Durante a carreira, Beth resgatou e deu luz a diversos sambistas. E, mesmo quando estava no hospital, ela ouvia novos compositores. Além disso, a relação pessoal dela com esses artistas sempre foi muito importante. Isso transparece nos discos. Perdemos uma grande "garimpeira" cultural e uma pessoa que celebrava a música.

 

Homenagem

Para celebrar a obra de Beth Carvalho, Luana prepara homenagens para a estrela do samba. Nesta quinta-feira (30), ela disponibiliza no seu Spotify uma lista pessoal com músicas de Beth Carvalho.

 

– É a trajetória musical da Beth por meio da filha, então separei sucessos e faixas inusitadas. O fã poderá ouvir desde forró, que é um gênero não tão conhecido na voz dela, até músicas afetivas que fazem parte das minhas memórias pessoais.

 

Já nesta sexta-feira (1º), às 18h30, a artista carioca ainda faz uma homenagem para a mãe durante live com convidados, no Instagram (luanacarvalhoaqui). Serão momentos musicais e histórias sobre a artista.

 

E, ainda este ano, Luana Carvalho promete um novo disco de estúdio. As gravações foram adiadas devido à pandemia, então ainda não há uma data exata de lançamento. Luana está em fase de fechamento de repertório, com muitas compositoras mulheres.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 06/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,80 -1,57%

Algodão R$ 93,03 -1,99%

Boi a Vista R$ 138,00 0,00%

Soja Disponível R$ 71,60 0,14%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.