Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 04/12/2020

Cidades - A | + A

R$ 25 milhões 21.11.2020 | 10h23

COT do Pari se tornará centro de formação das forças policiais de MT

Facebook Print google plus
Izabelle Borges - Especial para o GD

izabelle@gazetadigital.com.br

Michel Alvim - SECOM/MT

Michel Alvim - SECOM/MT

Construção inacabada do COT do Pari, em Várzea Grande, será destinada à implantação da Academia Integrada da Segurança Pública. O local será utilizado com foco na formação, capacitação e treinamento dos servidores das forças de segurança do Estado de Mato Grosso.

 

A construção do Centro Oficial de Treinamento (COT) era para ser utilizada durante a copa de 2014, com sede no Brasil e sub-sede em Cuiabá, mas não foi concluída e se encontra abandonada.

 

O Governo encaminhará, por meio do Programa Mais MT, o montante de R$ 25 milhões para a estruturação do espaço.

 

Com término em até 18 meses, o início das obras deve ocorrer ainda no primeiro semestre de 2021.

 

Leia também - Três são assassinados e um fica ferido em crime misterioso

 

"No espaço de 10 mil metros quadrados está prevista a construção de dois parques esportivos, como quadras poliesportivas, piscina semiolímpica, tanque de mergulho, pista de direção defensiva e ofensiva, pista de combate a incêndio, stand de tiros, alojamentos, salas de aula, setor administrativo e demais construções que servirão para capacitação e treinamento dos servidores", afirma o Governo.

 

“Hoje a deficiência de locais para capacitação é muito grande, em matéria de equipamento e estrutura. A ideia do governador Mauro Mendes é criar um centro de excelência para treinamento de bombeiros, policiais militares e civis e grupos táticos especializados, visando à formação de profissionais e, consequentemente, a capacitação deste mesmo público em treinamento. Teremos um local de modelo internacional, como todo projeto do governo, com estruturas de qualidade para que cada vez mais as forças policiais tenham excelência no treinamento para dar a sociedade maior segurança”, assegurou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.


O programa que fará os repasses, Mais MT, foi lançado em outubro desse ano e calcula cerca de R$ 9,5 bilhões em investimentos públicos durante a atual gestão, que segue até 2022. Desse valor, 63% são recursos do próprio Governo de Mato Grosso, e o restante por meio de operações de créditos, convênios e emendas.

 

O projeto espera a finalização do processo judicial entre o Governo e a construtora.

 

Serão beneficiados com a academia, os servidores da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Sistema Penitenciário e Sistema Socioeducativo.

 

(Com informações da assessoria)

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 04/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 59,80 -0,33%

Algodão R$ 126,90 -0,91%

Boi à vista R$ 249,16 -1,37%

Soja Disponível R$ 153,00 -0,97%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.