Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Cidades - A | + A

carta aberta 10.07.2020 | 16h10

Fecomércio faz apelo para reabertura de comércio a Emanuel e Lucimar

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT) encaminhou carta aberta aos prefeitos Emanuel Pinheiro (MDB) e Lucimar Campos (DEM), para que reconsiderem a abertura do comércio em Cuiabá e Várzea Grande, durante o período de pandemia do coronavírus.


Segundo o decreto, apenas as atividades consideradas essenciais estão com permissão para funcionar, desde o último dia 25 de junho. No entanto, a quarentena foi prorrogada pelos gestores na última quinta-feira (9) por mais 7 dias, e o comércio tido como não essencial permanecerá com as portas fechadas.


Conforme a carta, assinada por diversas entidades do empresariado mato-grossense, o funcionamento do comércio e serviços é fundamental para atender as atividades essenciais e da própria indústria, que funcionam de maneira encadeada.
Eles afirmam ainda que a atividade empresarial não é a responsável por aumento da contaminação do novo coronavírus, uma vez que o comércio segue cartilha orientando como se portar.


“É fato que as pessoas, de uma maneira geral, adotam comportamentos distintos quando em lugares externos, bancos, lojas, empresas, entre outras, daqueles que se manifestam quando estão em suas casas junto com familiares e amigos, provocando o aumento da contaminação nestas situações, diferentemente quando realizando compras de produtos e serviços”, alegam.


Com receio de fechar mais empresas e consequentemente, aumento do desemprego, o Fecomércio pediu para que as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande levassem ao Poder Judiciário a disposição do comércio em colaborar com medidas de biossegurança, para que voltem a funcionar.


“Considerando todos os aspectos necessários a segurança de colaboradores e clientes, transcritos através de um check list para cada atividade, implicando em medidas de horário de funcionamento, quantidade de pessoas atendidas, por exemplo, entre outras que forem determinadas. O não cumprimento dos itens do check list ensejaria no fechamento imediato da empresa até sua regularização”, definiram.


Na audiência de conciliação da última quinta-feira (9), o juiz da Vara Estadual da Saúde de Mato Grosso, José Luiz Leite Lindote, prorrogou por mais sete dias a quarentena obrigatória nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande, com a observação de que, ao final deste período, caso seja necessário, a medida poderá ser estendida por mais uma semana.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,35 0,49%

Algodão R$ 92,80 -0,30%

Boi a Vista R$ 129,00 0,00%

Soja Disponível R$ 59,37 -1,64%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.