Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 22/10/2020

Cidades - A | + A

decisão judicial 23.09.2020 | 09h54

Trabalhadores dos Correios retomam atividades na quarta-feira

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Os trabalhadores dos Correios decidiram retomar as atividades a partir desta quarta-feira (23), após um período de 36 dias de greve. A decisão foi tomada em assembleia geral. Apesar da retomada, os profissionais seguem em estado de greve.

 

A greve dos correios teve início depois que a empresa decidiu retirar de 70 dos 79 direitos assegurados em Acordo de Trabalho em 2019/2021. Eles também lutam por concurso e contra a venda da empresa.

 

Os direitos retirados representam um corte de 40% nos vencimentos da categoria, um valor significativo sobretudo no período de pandemia.

 

Leia também - Jovem vem do Paraná trabalhar em MT e morre afogado

 

Na segunda-feira (21), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) realizou o julgamento que determinava a retomada das atividades. A categoria apontou que a Corte superior manteve de fora as cláusulas que garantiam ganhos financeiros. O TST fixou a reposição salarial em 2,6%, o que tem o potencial de recuperar a inflação.

 

De acordo com o presidente do sindicato, Edmar Leite, 'quem determina o fim da greve são os trabalhadores'. Ele também acrescentou que 'essa decisão foi tomada hoje, terça-feira. Voltamos de cabeça erguida e com a certeza que a luta continua. Vamos ficar atentos'.

 

No TST

O TST  considerou que o movimento grevista não foi abusivo, mas decidiu retirar os direitos econômicos e manter algumas cláusulas sociais.

 

A ministra relatora Kátia Arruda destacou em seu voto que houve intransigência dos Correios em aceitar os acordos anteriormente proposto.  

 

Ela votou para que todos os direitos fossem mantidos, mas acabou parcialmente vencida. “Os funcionários sinalizaram disposição em negociar, mas a estatal desde o início foi de absoluta resistência”, afirmou a ministra. 

 

Ela disse ainda que “houve uma patente conduta negativista para negociar por parte da empresa, eu com 30 anos na Justiça do Trabalho jamais tinha vivenciado uma conduta desta”.

 

Para Edmar Leite, a decisão do TST, já era esperada. “É uma justiça que trabalha contra os trabalhadores”.

 

Na avaliação do Edmar, apesar das perdas, o movimento dos trabalhadores foi vitorioso porque mostrou a força dos trabalhadores.  Apesar da pressão da empresa a adesão à greve foi mantida entre 75 a 80%.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 22/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.