Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 26/05/2020

Economia - A | + A

afetados pela pandemia 07.04.2020 | 14h40

Saiba como usar o aplicativo da Caixa para solicitar o auxílio emergencial

Facebook Print google plus

Reprodução/Play Store

Reprodução/Play Store

O governo federal liberará até quinta-feira (9) o auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados que foram afetados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). Um dos caminhos para receber o benefício é pelo aplicativo Caixa|Auxílio Emergencial.

 

O app foi desenvolvido pela Caixa Econômica Federal e está disponível para celulares com sistema operacional Android, do Google, e também para iOS, sistema operacional de aparelhos da Apple.

 

Leia também - Projetos de leis suspendem a cobrança de empréstimo consignado durante pandemia

 

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a expectativa é que até 15 milhões de pessoas se cadastrem ainda nesta terça-feira (7).

 

Quem estiver usando celulares de qualquer marca, exceto iPhone, deve fazer a busca pelo aplicativo "Caixa|Auxílio Emergencial" na Play Store. É muito importante conferir se existe a indicação de ser um aplicativo da Caixa Econômica Federal, pois existem apps não oficiais. Clique aqui para baixar a versão correta.

 

Assim que o download for concluído, abra o aplicativo na área de trabalho do celular para começar o cadastro. O primeiro passo é clicar no botão laranja "realizar sua adesão".

 

Em seguida, o aplicativo irá exibir uma série de codições que você precisa se enquadrar para ter direito ao auxílio emergencial: como ter mais de 18 anos, não ter emprego formal e ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou, no total, de até três salários mínimos (R$ 3.135,00). Confira as condições aqui.

 

No final da tela, toque nos dois quadradinhos brancos para declarar que leu as condições e autorizar o acesso aos dados pessoais. Em seguida, toque no botão laranja "tenho os requisitos, quero continuar".

 

O próximo passo é preencher um cadastro com nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe. Depois clique no botão laranja "continuar". Será necessário também informar o número de celular para o envio de um código de verificação. Inclua o número da linha e a operadora e toque no botão "continuar".

 

A tela seguinte será para incluir os dados de todos os membros da família que possuem CPF e moram com você. Por último, indique como você gostaria de receber o auxílio emergencial: em uma conta existente ou abrir uma conta. Use o mesmo aplicativo para acompanhar a solicitação. Em de dúvidas, entre em contato com a central telefônica 111.

 

Os usuários de iPhone pode buscar pelo aplicativo na App Store e seguir os mesmo passos para realizar a solicitação do auxílio.

 

O benefício será repassado por três meses e será pago em dobro para mulheres chefes de família (R$ 1,2 mil). Segundo estimativas oficiais, serão pagos R$ 98 bilhões no período a aproximadamente 54 milhões de pessoas beneficiadas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 26/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,75 -0,75%

Algodão R$ 92,91 0,53%

Boi a Vista R$ 134,00 0,19%

Soja Disponível R$ 0,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.