Publicidade

Cuiabá, Sábado 14/12/2019

Judiciário - A | + A

Guiratinga 07.11.2019 | 07h08

Justiça revoga prisão de advogados acusados de extorquir ex-prefeito

Facebook Print google plus

MPMT

MPMT

Juiz Aroldo José Zonta Burgarelli, da Vara Única de Guiratinga, revogou a prisão dos advogados Silvio Eduardo Polidorio e Jayme Rodrigues de Carvalho Junior, acusados de extorquir o ex-prefeito de Guiratinga (328 km ao sul de Cuiabá), Gilmar Domingos Mocellin.

 

Os advogados foram liberados após audiência de custódia na terça-feira (3). O pedido de prisão foi deferido também pelo juiz Aroldo José Zonta Burgarelli, em 11 de outubro deste ano. Eles foram acusados de extorquirem a quantia de R$ 800 mil do ex-prefeito, ao lado de 3 homens.

 

Na ocasião, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) fez o pedido de revogação da prisão, alegando falta de motivação para manter a prisão preventiva e inexistência de risco à ordem pública. Além disso, Silvio Eduardo Polidório é presidente da 10º Subseção da OAB, em Colíder (650 km ao norte).

 

Leia também - Testemunha nega ligação entre tortura e morte de Rodrigo Claro

 

O advogado explica que o pedido de habeas corpus foi técnicos no quesito de reconhecer que eles eram advogados, porém, não auxiliou na revogação da prisão. Por isso, comunicaram os também advogados Pedro Henrique Gonçalves, Giovane Santin e Luana Canova. Após expor sua versão na audiência de custódia, Silvio e Jayme foram liberados.

 

“Apresentamos espontaneamente para o delegado, que é autoridade policial, que já naquele momento encaminhou eles (Silvio e Jayme) para a audiência de custódia. Na audiência, eles tiveram oportunidade de relatar os fatos da forma como aconteceu na realidade e naquele momento o juiz entendeu que eles poderiam ficar em liberdade e acabou revogando na audiência de custódia”, explica Gonçalves.

 

Conforme relata Silvio Polidório, ele e Jayme Rodrigues são sócios e estavam indo a trabalho para Barra do Garças. Contudo, eles haviam sido contratados por Carlito Ramos Rezende – envolvido no processo – e passaram na Fazenda Ponte Alta para uma reunião com o ex-prefeito Gilmar.

 

“Eu pensei ‘como é pertinho, vamos aproveitar e dar um pulo lá e resolver essa outra situação aqui’. Chegamos lá e não conseguimos contato com ninguém. Eu e o cliente procuramos o Gilmar, que se coloca como vítima. Não o encontramos na propriedade rural. Foi agendado uma reunião com Gilmar em outro dia na delegacia, a gente esteve na delegacia, aguardamos meia hora e fomos embora. Nossa atividade lá se deu estritamente nisso”, afirma Silvio.

 

Ainda conforme Silvio, seu sócio Jayme teria ido somente para acompanha-lo. “Foi na verdade, estar no lugar errado na hora errada”, pontua Gonçalves.

 

Eles irão aguardar pelo caso em liberdade. 

 

O caso
Os advogados Silvio Eduardo Polidorio e Jayme Rodrigues de Carvalho Junior, teriam supostamente invadido, ao lado de outros 3 homens, uma fazenda do ex-prefeito de Guiratinga, Gilmar Mocellin, com o objetivo de ameaça-lo para efetuar um pagamento de R$ 800 mil a mando de Carlito Ramos Rezende. A área seria palco de uma disputa entre o ex-prefeito e o suposto mandante do crime.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

Qual sua opinião sobre a propaganda partidária em rádio e TV?

Parcial

Edição digital

Sábado, 14/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,65 -0,84%

Algodão R$ 93,57 0,71%

Boi a Vista R$ 135,50 -0,18%

Soja Disponível R$ 75,30 -1,18%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.