Publicidade

Cuiabá, Sábado 26/09/2020

Polícia - A | + A

arma adulterada 13.08.2020 | 16h26

Investigadores são presos por extorsão após 'plantarem' drogas

Facebook Print google plus

Polícia Civil

Polícia Civil

Dois investigadores da Polícia Civil foram presos na noite de quarta-feira  (12) por extorsão após supostamente ameaçarem plantar drogas na casa de um homem, morador do bairro Altos do Parque, em Cuiabá. Junto aos agentes, a polícia também localizou armas com a numeração adulterada.

 

De acordo com informações do boletim de ocorrências, a polícia foi acionada na tarde de quarta-feira para atenderem uma denúncia de extorsão no bairro Altos do Parque. No local, Luis Márcio Penha de Souza disse que 6 agentes da polícia foram a sua casa durante a manhã, plantaram drogas e ameaçaram o prender em flagrantes caso ele não pagasse R$ 30 mil.

 

Leia também - PM registra 457 policiais contaminados pelo novo coronavírus

 

Posteriormente, por meio de negociação, o valor teria sido reduzido para R$ 20 mil, que deveria ser entregue em uma borracharia do bairro.

 

Em ronda pela vizinhança, na intenção de coletar informações mais detalhadas sobre o caso, os policiais foram informados de que durante a ação na casa de Luis Márcio ele teria tentado se livrar de um aparelho celular e também de uma porção de cocaína, jogando os objetos na casa de um vizinho. Posteriormente, os agentes saíram sem o prender.

 

Diante das informações, os agentes que foram verificar a denúncia de extorsão continuaram no local até o momento da entrega do dinheiro. Luis Márcio foi ao ponto de encontro combinado anteriormente e, após cinco minutos, entrou em uma caminhonete prata. A equipe seguiu o carro, que andou por algumas quadras do bairro, e, posteriormente, realizou a abordagem no veículo.

 

Durante a ação, os policiais encontram na direção do carro o investigador H.B.J. No banco do passageiro estava o também investigador E.S.C., enquanto Luis Márcio estava sentado no banco de trás do veículo. No carro também foram localizadas duas pistolas, sendo que uma estava registrada como armamento da Polícia Civil e a outra estava com a numeração raspada.

 

Não há informações dos outros quatro policiais suspeitos informados pelo denunciante. Diante da situação, todos foram encaminhados à delegacia. O caso será investigado pelas autoridades.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Marcao - 14/08/2020

O pior tipo de bandido que existe, é o policial bandido. Triste a gente ver isso acontecendo nos dias de hoje.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 25/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,86 0,00%

Algodão R$ 97,69 -1,02%

Boi a Vista R$ 136,33 0,24%

Soja Disponível R$ 65,80 -1,79%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.