Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 21/02/2020

Política de MT - A | + A

Resposta ao governador 24.01.2020 | 16h46

Em resposta a Mauro, Emanuel diz que paga em dia e valoriza servidor

Facebook Print google plus
Thiago Andrade e Pablo Rodrigo

redacao@gazetadigital.com.br

Marcus Vaillant

Marcus Vaillant

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), não ficou calado diante das críticas que sofreu do governador Mauro Mendes (DEM). Em resposta ao o prefeito destacou que a raiva de Mauro por ele chega a ser juvenil e que não está à altura de um governador de estado. Em alfineta mais direta disse que o governador vê o servidor como um problema, enquanto sua gestão vê os trabalhadores como uma solução e que por isso valoriza e paga em dia os servidores. 

 

Para Emanuel, o governador está tendo dificuldade em fazer oposição à sua gestão, já que faz várias entregas e privilegia os mais carentes. "Na política, a especialidade do Mauro é desconstruir. Só assim ele consegue se afirmar como o salvador, aquela figura antiga que para existir precisava de uma sociedade acéfala e subjugada". disse.

 

Leia também - Todo dia o MP abre uma investigação, diz Mauro sobre Emanuel

 

Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da Vila Real, nesta sexta-feira (24), Mauro disse todos os dias o Ministério Público abre uma investigação contra a administração do prefeito de Cuiabá. 

 

Emanuel diz que os ataques contra ele são pessoais e não condiz com a estatura de um governador. "Basta pesquisar na internet para ver como os ataques na imprensa à minha pessoa têm sido recorrentes, pessoais e infundados. Mauro já disse que eu era preguiçoso (vejam que nível semântico!), mas viu logo que a estratégia estava errada, pois há um reconhecimento amplo de que nossa gestão é de trabalho recorde, em todas as áreas. Aí abandonou essa estória. Mas na mesma linha, me chamou de mentiroso, para depois se dar conta que a alcunha não iria colar em um prefeito que está entregando muito mais do que prometeu, como se constata em levantamentos feitos pela imprensa. Às vezes parece aflorar no Mauro um traço até de ciúme juvenil", disse.

 

O prefeito disse ainda que Mauro Mendes só inaugurou obras que foram iniciadas na gestão antecessor, Pedro Taques (PSDB). "Com a perspectiva da inauguração do HMC Mauro ventilou a notícia de que não iria comparecer, por não gostar de inaugurações. Lembram disso? Mas aí a cidadania cuiabana resgatou fotos dele inaugurando até parada de ônibus em posto de gasolina, quando era prefeito. E na inauguração do HMC lá estava o Mauro, sempre irritado, tentando chamar o protagonismo para si, mesmo se tratando de uma obra que deixou incipiente e em estado de abandono. Depois disso, danou-se a inaugurar as obras do Pedro Taques", destacou. 

 

O prefeito disse que o governador está espalhando que a cidade de Cuiabá está endividada e que não estaria respeitando os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). "A diferença da nossa gestão é que fazemos tudo isso valorizando e pagando em dia os servidores, pois eles também movimentam a economia, além de cumprirem a sagrada missão de atender a população. Servidor não é problema; é solução!", rebateu o governador.

 

Veja a nota do prefeito de Cuiabá 

 

Mauro só pensa em desconstruir. Menos irritação e mais trabalho, governador!

Definitivamente, o governador Mauro Mendes está tendo dificuldade de fazer oposição a uma gestão que tem entregas, apresenta resultados e, por gostar tanto de gente, avança na prioridade aos mais carentes. Na política, a especialidade do Mauro é desconstruir. Só assim ele consegue se afirmar como o salvador, aquela figura antiga que para existir precisava de uma sociedade acéfala e subjugada.
Como já percebeu que a teoria da “terra arrasada” não vai funcionar para desconstruir nossa gestão, ele se desespera. E randomicamente sai testando linhas de ataques ao sabor do seu descontrole e permanente irritação, mas elas sempre se enfraquecem por falta de fundamento. Vale notar que os ataques frequentemente são pessoais, o que não condiz com a estatura de um governador.
Basta pesquisar na internet para ver como os ataques na imprensa à minha pessoa têm sido recorrentes, pessoais e infundados. Mauro já disse que eu era preguiçoso (vejam que nível semântico!), mas viu logo que a estratégia estava errada, pois há um reconhecimento amplo de que nossa gestão é de trabalho recorde, em todas as áreas. Aí abandonou essa estória. Mas na mesma linha, me chamou de mentiroso, para depois se dar conta que a alcunha não iria colar em um prefeito que está entregando muito mais do que prometeu, como se constata em levantamentos feitos pela imprensa.
Às vezes parece aflorar no Mauro um traço até de ciúme juvenil. Feito aquele menino rico e mimado que quer mandar no jogo, mas esquece de combinar com a torcida. Parece incomodá-lo de verdade que um prefeito possa estar indo além do que ele fez como gestor de Cuiabá. Com a perspectiva da inauguração do HMC Mauro ventilou a notícia de que não iria comparecer, por não gostar de inaugurações. Lembram disso? Mas aí a cidadania cuiabana resgatou fotos dele inaugurando até parada de ônibus em posto de gasolina, quando era prefeito. E na inauguração do HMC lá estava o Mauro, sempre irritado, tentando chamar o protagonismo para si, mesmo se tratando de uma obra que deixou incipiente e em estado de abandono. Depois disso, danou-se a inaugurar as obras do Pedro Taques. (Pelo visto essa tal de “reconstrução” é seletiva).
Recentemente, deu pra falar e orientar seus áulicos a propagarem o seguinte: a cidade está quebrada e o próximo mandatário enfrentará o caos. Mais uma bola fora. Cuiabá tem os gastos dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal, baixo nível de endividamento, e consegue viabilizar financiamentos porque tem credibilidade e capacidade de pagamento comprovada. Com transparência, licitamos um montante expressivo de recursos nos últimos anos, conseguindo economizar mais de R$ 230 milhões nesses procedimentos.
A diferença da nossa gestão é que fazemos tudo isso valorizando e pagando em dia os servidores, pois eles também movimentam a economia, além de cumprirem a sagrada missão de atender a população. Servidor não é problema; é solução!
As declarações de hoje são mais do mesmo. Ou mais do Mauro. Ele tenta colocar a pecha da corrupção na nossa gestão na base do “se colar colou”, usando suas já manjadas técnicas de desconstrução. E não vai dar certo outra vez. Porque não tem base na verdade nem na percepção dos cuiabanos, que são justos por natureza.
Infelizmente, são declarações irresponsáveis. Merecem tão pouco crédito tais acusações que o Mauro, se fazendo de desentendido, fala da Operação Sangria, criada para investigar um esquema envolvendo licitações e contratos que vieram – pasmem – da própria gestão dele na prefeitura. Sem nenhuma denúncia até o início de 2017, honrei de boa-fé os compromissos assumidos por ele. Faço essa anotação apenas para ilustrar que com esse mix de sentimentos mal resolvidos do Mauro (irritação, angústia, ciúme, leviandade, raiva) não está dando para levá-lo a sério.
Ele cita ainda uma operação com a qual não tenho nada que ver e traz a questão da Santa Casa, a mesma que na inauguração do HMC ele disse ser de responsabilidade da iniciativa privada. Aliás, na área da Saúde cheguei a pensar que uma disputa entre governo e prefeitura seria benfazeja para a população, mas com o Mauro esse tipo de competição não vira debate, vira bate-boca e isso não traz ganhos para a sociedade.
Por fim, Mauro revela baixa estatura para o cargo de governador ao fazer eco a “conversas de corredores”, as chamadas fofocas. Mais uma vez é preciso dizer: essa postura não combina com a liturgia do cargo. Nem com o tamanho histórico de um homem como Dante de Oliveira e tantos outros gigantes que representaram nossa bandeira.
Em bares e corredores, se conversa de tudo, é verdade. Tem gente relatando que o Mauro Mendes foi até um bom prefeito, mas ainda não encontrou a chave para ser um grande governador. São comentários comezinhos, não é por isso que devam se transformar em notícias embasadas em forma de críticas nos noticiários.
Mauro criou para si a imagem do redentor, mas felizmente esse cenário sombrio no qual maneja a desconstrução de seus opositores não serve para a Cuiabá de hoje e do futuro. Meu conselho é que ele trabalhe mais, e com mais alegria, pelo nosso estado. Cuiabá está no caminho certo e com um futuro alvissareiro.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

concursado - 25/01/2020

Indignado pela autorização do nosso ilustre prefeito por ter autorizado de forma coerciva a optar por um dos cargos, "APROVADOS" no concurso público da Secretária Municipal de Educação entre PROFESSOR E TÉCNICO DESENVOLVIMENTO INFANTIL. Em que muitos na unidade trabalham direta e ou indiretamente com os dois cargos. Conforme artigo 37 da CF; professor pode acumular cargos públicos, desde que não choque o horário. Caso não optasse, assinando o parecer , não tomarei posse de nenhum dos dois. ONDE ESTÁ A TEMÁTICA DA "VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR". Foi taxa de inscrição jogada fora, dias e noites perdidas de dedicação de estudos na perspectiva de ser aprovados pelos 2 cargos jogadas pelo ralo, dia de correria para fazer as provas no mesmo dia (cansaço, fome e sede), tudo isso para que? Enfim, não recorrerei na justiça (liminar) como muitos dos meus colegas profissionais irão entrar com mandato de segurança, que assim empenharam, como eu, mas acredito na justiça divina ...

Advair - 25/01/2020

De certa forma tenho que concordar com o prefeito!

2 comentários

1 de 1

Enquete

Como você aproveita os dias de Carnaval?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 21/02/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,65 0,00%

Algodão R$ 92,06 0,14%

Boi a Vista R$ 138,00 5,34%

Soja Disponível R$ 67,30 -0,44%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.