Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 06/08/2020

Política de MT - A | + A

luto de 3 dias 04.06.2020 | 16h11

Família consegue liminar e corpo de presidente da Fapemat é levado para Cáceres

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

A família do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), Adriano Silva, conseguiu liminar da Justiça para transladar o corpo de Cuiabá para Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). O cortejo do ex-reitor ocorreu nesta tarde de quinta-feira (4).


Após parada cardiorrespiratória, Adriano faleceu na noite de quarta-feira (3), em Cuiabá. Ele foi internado no Hospital São Luiz com sintomas de coronavírus. O resultado do exame ainda não foi divulgado. Por conta da doença, o translado e enterro do corpo seguem normas sanitárias.


Conforme informou ao o irmão do professor, Alcy Silva, o corpo foi liberado ainda nesta quinta-feira, após o advogado da família conseguir a liminar. O cortejo em homenagem a ele começou na entrada do município de Cáceres e seguiu até o cemitério São João Batista.

 

Leia também - Autoridades e entidades lamentam morte de Adriano Silva


Com sintomas da covid-19, ele foi transferido de Cáceres para Cuiabá, por falta de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade, mas não resistiu, após sofrer duas paradas cardíacas.


Luto
O prefeito de Cáceres, Francis Maris, decretou luto de três dias no município. "No referido período, as bandeiras, em sinal de pesar, ficarão hasteadas a meio mastro no edifício da Prefeitura Municipal", diz o decreto.


A Universidade do Estado de Mato Grosso também emitiu nota decretando luto oficial por três dias, com a suspensão das atividades administrativas e acadêmicas.


Doutor em Ciências Políticas, Adriano era professor do curso de Direito da Unemat, em Cáceres, desde 1997. Atualmente, presidia a Fapemat. Efetivo desde 1998, Adriano ocupou vários cargos de gestão na universidade. Foi chefe do Departamento de Ciências Jurídicas, Diretor da Faculdade de Direito, Coordenador Regional do Câmpus Jane Vanini, Gestor do Câmpus Jane Vanini e reitor da Unemat nos anos de 2010 a 2014.

 

Veja o vídeo

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Paulo Lima - 04/06/2020

Sintomas de Covid-19? Para a SES de MT, quando é um mortal simples deve enterrar na cidade onde ocorreu o óbito? Porquê será que esse fato triste ocorrido com esse cidadão teve liminar para ser sepultado no local de origem e não de morte? Já sabemos de casos que tiveram a mesma suspeita de covid-19 e até então todos foram colocados em um saco lacrado e enterrado na cidade onde ocorreu o óbito... Hipocrisia de Gestão! Respeito só com os seus?

1 comentários

1 de 1

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 06/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,70 -0,76%

Algodão R$ 91,76 0,01%

Boi a Vista R$ 135,00 -0,92%

Soja Disponível R$ 68,30 0,44%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.