Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 23/09/2020

Política de MT - A | + A

CPI do Paletó 16.10.2019 | 16h33

Justiça suspende investigação contra prefeito na Câmara

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

A desembargadora Maria Helena Bezerra Ramos determinou a paralização dos trabalhos da CPI do Paletó na Câmara de Cuiabá. A Comissão Parlamentar de Inquérito apura quebra de decoro parlamentar do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) no episódio em que ele, então deputado estadual, aparece em vídeoo supostamente recebendo propina da gestão do ex-governador Silval Barbosa (sem partido). 

 

Leia também - Secretário lista 4 principais problemas que impedem obras do VLT

 

A decisão atende a um pedido formulado pelo presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Misael Galvão (PSB). Ele sustentou no pedido que fez à Justiça que não houve observância do regimento interno do Legislativo Municipal quando foi requerida a investigação contra o prefeito. 

 

No pedido, Misael argumentou ainda que vereadores mudaram de ideia e entendem que a "CPI do Paletó" não poderia ser aberta na Câmara por investigar caso do mandato anterior do prefeito. 

 

Outro argumento usado foi a falta de transparência no pedido, já que a CPI não depende de aprovação em plenário, mas o requerimento precisa ser lido para que todos vereadores tomem ciência e possam participar da investigação. 

 

A desembargadora fez um histórico da "CPI do Paletó" na Justiça lembrado que o juíz responsável pelo caso havia determinado a reabertura da investigação contra Emanuel. Entretanto, ela analisou o caso de forma diferente do juizo de primeiro-grau e deferiu o pedido de efeito suspensivo do recurso de apelação interposto pelo presidente do Legislativo Municipal.  

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

João Batista de Lima - 16/10/2019

Deixa pra lá essa CPI o povo irá tirar o Prefeito nas eleições sem intervenção de ninguém, inclusive esses vereadores que o apoiam, viva a democracia e o voto pois assim iremos retirar quem faz tanto mal para a população.

Antonio Matos - 16/10/2019

Tava na cara que o Misael não daria andamento na CPI. Ele é da base do prefeito é muito aliado dele. Aí depois que a câmara municipal é chamada de casa dos horrores, os nobres deputados ficam ofendidos! Uma vergonha! Por que não deixaram abrir a CPI e o prefeito do paletó que se defenda. Quem não deve não teme né ou será que teme? Rsrsrs

Jorge Mattos - 16/10/2019

VERGONHOSO ISSO QUE ESTÁ ACONTECENDO, SE NÃO TEM CULPA NO CARTÓRIO, DEIXA ROLAR A CPI DO PALETÓ. ESPERO QUE OS ELEITORES ENXERGUEM TUDO ISSO É NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES DIGAM NÃO A TODOS OS VEREADORES QUE ESTÃO ENVOLVIDOS PARA A NÃO SEQUÊNCIA DA CPI

3 comentários

1 de 1

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 23/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,65 1,02%

Algodão R$ 95,69 0,45%

Boi a Vista R$ 129,75 -0,06%

Soja Disponível R$ 65,30 0,08%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.