Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 23/10/2019

Política de MT - A | + A

POSSÍVEIS NOMES 09.09.2019 | 07h00

‘Não pode ser qualquer um’, diz Jayme sobre eleição em VG

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Enquanto em Cuiabá as movimentações políticas para disputar o Palácio da Alencastro em 2020 já deram largada, o senador Jayme Campos (DEM) espera que as eleições municipais de Várzea Grande só comecem a ser discutidas em maio do próximo ano. Entretanto, ele indica alguns nomes que possivelmente poderão concorrer ao pleito.

 

“Não estamos discutindo nesse exato momento as questões das eleições municipais, muito menos em Várzea Grande, até pelo fato porque acho muito precoce. Qualquer decisão tomada de forma soldada pode dar errado”, disse em entrevista na à TV Vila Real.

 

Leia também - Hazama e Kalil são cotados para disputar 2020 em Várzea Grande 

 

Ele ainda projeta que as movimentações políticas para concorrer à chefia do executivo municipal devem começar em maio de 2020. Antes disso, conforme o senador explica, o eleitor só será confundido.

 

“Quando se fala em eleição municipal, em Várzea Grande particularmente, só a partir de maio. Acho que qualquer movimentação agora é muito cedo. Isso faz com que a coisa comece a desregular no campo político, as pessoas já começam a achar que está no momento de fazer as eleições municipais”, explica.

 

Contudo, Jayme afirma que dentro do seu partido e demais correligionários, alguns nomes já são discutidos e conjecturados como bons prefeitos. Ele cita, inclusive, o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), caso decida eventualmente disputar o cargo.

 

“Tem que ter um bom quadro e graças a Deus o nosso grupo politico, não falo só em termo do Democratas, falo dos demais partidos coligados, tem bons nomes lá em Várzea Grande. Dentre eles o próprio José Hazama, Kalil Baracat, temos Chico Curvo e o Fabinho (Fábio Tardin - presidente da Câmara de Várzea Grande)”.

 

Ele também elogia o vice-prefeito José Hazama (PRTB). Nos bastidores a informação é que Hazama poderá fazer dobradinha com o secretário de Governo, Kalil Baracat (MDB), o que manteria a aliança DEM/MDB que saiu vitoriosa em 2018 na disputa ao governo do Estado, com a eleição de Mauro Mendes (DEM).

 

“É um belo nome. É o vice-prefeito da Lucimar e tem comportado muito bem, tem contribuído e colaborado com Lucimar, como um secretario executivo da região do Cristo Rei, feito um trabalho exemplar. É um bom moço, eventualmente se o partido escolhê-lo”, disse Jayme.

 

Hazama é cotado como um possível nome até mesmo pela prefeita, para não atrapalhar o processo da sua administração. O senador também demonstrou estar preocupado com quem poderá ser o próximo prefeito de Várzea Grande.

 

“Mas o que é mais importante, é que nossa prefeitura de Várzea Grande e nossa cidade não pode ser entregue na mão de qualquer um. Depois do trabalho zeloso que a prefeita está fazendo, sobretudo organizar as finanças da cidade, temos que ter um prefeito com muita responsabilidade para gerenciar nossa cidade”, analisa.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Quais são os principais problemas do bairro onde você mora?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 23/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,50 0,52%

Algodão R$ 93,06 0,01%

Boi a Vista R$ 129,75 -0,19%

Soja Disponível R$ 66,10 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.