Publicidade

Cuiabá, Sábado 14/12/2019

Política de MT - A | + A

ENTREGA até dezembro 09.09.2019 | 11h20

Obras da Copa atrasaram por má administração, critica secretário

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Após 6 anos, o Centro Oficial de Treinamento (COT) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e a avenida Parque do Barbado estão próximas de ser entregues, segundo o governo do Estado. Em vistoria às obras nesta segunda-feira (9), o secretário Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, afirmou que elas estarão prontas em novembro e dezembro, respectivamente.

 

Os projetos faziam parte das obras da Copa do Mundo de 2014. A COT da UFMT, por exemplo, começou a ser construído em março de 2013, e tinha como finalidade dar suporte às seleções que viessem para Cuiabá. No entanto, a obra passou por vários problemas, como supostos desvios de recursos, e só foi retomada em abril de 2017.

 

Leia também - Governador vistoria obras da Copa do Mundo inacabadas; COT da UFMT está na lista

 

O secretário disse que a empreiteira responsável pelo COT garantiu que a obra será entregue em dezembro. A duplicação da avenida Parque do Barbado, no bairro Jardim das Américas, tinha o prazo inicial de entrega em novembro de 2013, mas será inaugurada no dia 20 de novembro deste ano, após ser retomada.

 

Sobre a demora das entregas das obras, Oliveira critica a forma como os projetos foram tocados durante a gestão do ex-governador Pedro Taques (PSDB). A má administração, segundo ele, foi o principal fator para atraso.

 

“O que tivemos aqui neste recomeço de obras foi a mudança do modo como se administrava. Nós queríamos o que para a cidade de Cuiabá? A obra concluída ou você ficar multando a empresa de manhã, de tarde e de noite por não cumprimento de cronograma, que na verdade não era cumprido pelo governo do Estado?”, questionou Oliveira.

 

“Não apresentava adequação de projeto, não apresentava adequação de planilha e não fazia pagamento. Como é que você quer com empreiteiro? Aí chegava ao final do mês, multava o empreiteiro porque ali não andou. Ele não podia andar, ele não tinha com o que ir pra frente”, criticou o secretário.

 

De acordo com o governo, o Estado retomou mais de 100 obras que foram paralisadas durante a gestão de Pedro Taques (PSDB), o que inclui as obras remanescentes da Copa. Além das obras que serão visitadas nesta terça, o Estado ainda tem como vestígios da Copa do Mundo obras como o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), o COT do Pari, a duplicação da Estrada do Moinho, entre outras. 

 

O secretário garante ainda que dessas 114 obras, cerca de 80% foram retomadas. “São problemas que vamos ter que rever projetos e fazer a revisão de planilha. Por isso algumas obras ainda não estão reiniciadas, e eu posso citar como exemplo aqui na cidade de Cuiabá e Várzea Grande, o Centro de Treinamento do Pari”.

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

Os políticos estão interessados na crise climática mundial?

Parcial

Edição digital

Sábado, 14/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,15 1,86%

Algodão R$ 95,25 -1,48%

Boi a Vista R$ 129,17 0,00%

Soja Disponível R$ 65,90 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.